Para encarar Ceará, Roberto Fernandes arma time do Náutico pela primeira vez sem Erick

Imerso na briga para fugir do rebaixamento, o Náutico não tem tempo para lamentar a perda do atacante Erick, vendido para o Braga de Portugal, e que já não treina com o grupo. Sabendo disso, o técnico Roberto Fernandes começou, no treino desta segunda-feira, a montar a equipe sem a sua principal peça ofensiva da temporada. Sem William, em fase de transição, o primeiro testado para preencher a vaga no ataque foi Iago. Entretanto, a configuração do setor ofensivo ainda está indefinida e a formação tática do time também pode sofrer mudanças.

A princípio, no primeiro momento do treino, o time foi testado com o tradicional 4-4-2, com Bruno Mota armando jogadas com Giovanni e Iago no ataque, ao lado de Gilmar. A equipe então foi composta com Jefferson; Joazi, Breno Calixto, Feliphe Gabriel e Manoel; Amaral, Miranda, Giovanni e Bruno Mota; Iago e Gilmar.

No segundo momento, Bruno Mota foi adiantado, atuando no papel de ‘falso nove’, e Gilmar deslocado para a ponta esquerda, com Iago na direita. Em seguida, Willian Schuster ganhou o colete de Iago e o time teve apenas Gilmar como homem de referência ofensiva, passando a jogar no esquema 4-5-1, com liberdade para os meias avançarem.

Roberto Fernandes ainda terá mais três dias para treinar a equipe. A viagem para Fortaleza está marcada para o início da tarde da próxima quinta-feira.

Da Redação

você pode gostar também