Em Araçatuba, Skaf não descarta candidatura ao governo de São Paulo

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, está em visita à região, onde cumpre extensa agenda de compromissos. Pouco depois das 12 horas desta sexta-feira, Skaf foi recebido na Escola Duque de Caxias, durante o projeto “Sexta no Senai”, que consiste em abrir as portas da escola para a comunidade. Durante a visita, Skaf concedeu entrevista ao Sistema Regional de Comunicação. Falou sobre os compromissos na região, o atual momento econômico e político do país e não descartou candidatar-se novamente ao governo de São Paulo.

A visitação continuou à tarde, no Sesi de Araçatuba, onde foi assinado o convênio para o Programa Atleta do Futuro, pelo qual serão beneficiadas 1.345 crianças e adolescentes de Araçatuba (760), Santo Antonio do Aracanguá (420) e Nova Luzitânia (165), em parceria do Sesi com as prefeituras, para implantação de programa de estímulo a prática esportiva e de orientação sobre saúde, trabalho e socialização. Também são colaboradores do programa as empresas Color Visão do Brasil, de Araçatuba, e Physicus Indústria de Aparelhos esportivos, com unidades em Santo Antonio do Aracanguá e Nova Luzitânia. No final da tarde, Skaf esteve em Birigui para inaugurar o Posto do Sebrae Aqui.

Neste sábado, Skaf vai cumprir agendas em Penápolis. Às 9 horas na inauguração da Escola Sesi e assina convênios. Depois, às 11h30, inaugura o Posto Sebrae Aqui. À tarde, participa de evento em Birigui, além de assinar convênios.

POSIÇÃO

“O sistema político brasileiro está falido. A gente assiste todos os escândalos, todos problemas que surgiram. Não há dúvida que há necessidade de transformações. Para isso, é necessária ampla discussão”, disse Skaf. Para o presidente da Fiesp, é importante que todo mundo preste muita atenção no próximo ano no momento do voto. “Quando for votar, pergunte menos das promessas futuras e analise mais o que aquele candidato fez até hoje na vida dele”, recomendou Skaf, citando que o passado do candidato deve ser bem analisado.

Quanto a uma possível candidatura, Skaf disse que tem muito a agradecer os quase 5 milhões de votos que teve em 2014, sendo o segundo mais votado no estado. “Neste momento estou preocupado em ajudar o país a retomar o crescimento econômico, recuperar o emprego, como presidente da Fiesp, do Ciesp, entidades que eu presidente que são do tamanho de alguns governos. Neste ano vou me dedicar a isso. No ano que vem vamos ver o que Deus nos reserva”, disse Skaf, frisando que já tem grandes responsabilidades. Ele deixou claro que só sairá candidato se for a governador. “Se entrar na política para ter uma responsabilidade menor do que eu já tenho, é melhor ficar onde estou”, enfatizou Skaf, citando que foi reeleito presidente da Fiesp para novo mandato até o final de 2021.(Com Diego Fernandes)

ANTÔNIO CRISPIM – Araçatuba

você pode gostar também