Aipesp inaugura primeira unidade de saúde do estado para atender associados

A Associação dos Investigadores de Polícia do Estado de São Paulo (Aipesp), considerada a maior associação de Polícia Civil da América do Sul, inaugurou ontem, em Araçatuba, o Aipesp Saúde. Trata-se de uma ação pioneira da associação nesta área. A unidade de Araçatuba será modelo para outras regiões do Estado. A instalação da Aipesp Saúde foi uma iniciativa do diretor Antônio Edwaldo Dunga Costa e do presidente Vanderlei Bailoni. A solenidade inaugural contou com a presença de uma caravana da associação, de São Paulo, da deputada estadual Clélia Gomes e autoridades do município, que destacaram a importância da iniciativa, não apenas para os policiais civis, mas para a comunidade, pois com este atendimento aos policiais, haverá redução da demanda na rede pública.

O idealizador da unidade do Aipesp Saúde, Antônio Edwaldo Dunga Costa disse que foi motivado pelas dificuldades enfrentadas pelos policiais civis. Ele citou as limitações de atendimento do Instituto de Assistência Médica do Servidor Público Estadual (Iamspe) e as dificuldades em se custear um plano de saúde diante da defeasagem salarial dos policiais. “Mesmo em uma atividade de risco, os policiais estavam desamparados”, disse Dunga, explicando que a unidade é dotada de toda estrutura necessária para atendimento em várias especialidades e até mesmo pequenos procedimentos cirúrgicos. Além disso, segundo Dunga, há parceria com a Santa Casa para exames complementares. Dunga destacou que os procedimentos são gratuítos para os associados.

O fundador e sócio número da Aipesp, o presidente Vanderlei Bailoni, criticou duramente o governo estadual pelo abandono da Polícia Civil. “Estamos fazendo a nossa parte”, disse Bailoni, que decidiu pela instalação da Aipesp Saúde em Araçatuba em retribuição ao muito que recebeu na região. “Vamos atender o associado policial civil, como também o cônjuge, pais, sogros e filhos”, acrescentou Bailoni, destacando o sucateamento da Polícia Civil e os baixos níveis salariais, que não permitem aos policiais o pagamento de plano de saúde. “O Iamspe não atende às necessidades e o Hospital do Servidor Público tem longa fila de espera para atendimento. Aqui o atendimento será rápido, assim como os exames, graças às parcerias”, acrescentou Bailoni, que cumprimentou o diretor Dunga pela “luta e persistência”. Bailoni citou também que no próximo dia 11 de setembro terá eleição na Aipesp e que apenas uma chapa foi registrado. “Vamos dirigir a entidade por mais três anos”, acrescentou.

Com dinheiro aplicado, a Aipesp planeja comprar um hospital em São Paulo para atendimento dos policiais civis e seus dependentes.

Inauguração Aipesp

O presidente da Câmara, Rivael Papinha e vários vereadores compareceram à solenidade. Papinha destacou o trabalho de Dunga desde o ano passado para instalação do Aipesp Saúde. Ele destacou a importância da iniciativa para toda a comunidade.

O prefeito Dilador Borges agradeceu pelo convite. “Para o nosso governo é sempre muito gratificante poder participar da inauguração de projetos relacionados à saúde. Nossa administração preza muito pela saúde e bem-estar da população, mesmo quando a iniciativa irá atender um público especifico, que neste caso são os policiais civis e seus familiares”, valorizou o prefeito.

INVESTIMENTO

A Aipesp tem feito elevados investimentos em Araçatuba. Para instalação do Aipesp Saúde foram investidos aproximadamente R$ 1,5 milhão. Com a sede social, são mais de R$ 3 milhões de investimentos no município..

ANTÔNIO CRISPIM – Araçatuba

você pode gostar também