Dom Bosco é celebrado em Missas Universitárias do Unisalesiano

O Unisalesiano de Araçatuba prestou homenagens ao fundador dos Salesianos, São João Bosco, que completou 202 anos neste 16 de agosto, com duas missas celebradas no dia 15. Na oportunidade, os pais também foram lembrados pelo seu dia, comemorado em 13 de agosto.

Pela manhã, o pró-reitor de pastoral, padre Ademir Oliveira, destacou em sua homilia a história de Dom Bosco, que ficou órfão de pai aos dois anos e viu na mãe, Margarida, os princípios da paternidade. “Mesmo passando necessidade, a mãe de Dom Bosco sempre dividia com a vizinhança as partes dos animais que matava para alimentar sua família. Ele começou a ver aí um ambiente familiar e assumiu a identidade de pai para os jovens”, lembrou.

Segundo padre Ademir, São João Bosco baseou-se no Sistema Preventivo para educar crianças e adolescentes, método educativo baseado na razão, na religião e na “amorevolezza”, palavra sem tradução na língua portuguesa, identificada como bondade. “Razão que é a busca do conhecimento, a pessoa tem que se tornar mais competente. A fé é o sentimento que transcende o que é o conhecimento, a intimidade com Deus. E a amorevolezza, que é mais do que amar, é a pessoa se sentir amada simplesmente por estar ao lado da outra”, definiu.

Durante a noite, foi a vez do reitor do Unisalesiano, padre Luigi Favero, presidir a celebração em homenagem a Dom Bosco e aos pais. Também houve a benção dos alunos para esse segundo semestre de 2017.

O reitor lembrou o sonho de Dom Bosco em se formar padre para poder ajudar os mais necessitados. “Dom Bosco era pobre e percebeu que sem estudo não chegaria a lugar nenhum. A vida dele foi uma luta até se tornar padre. Para pode estudar, ele trabalhou durante a adolescência como ajudante de padeiro, alfaiate e sapateiro”, comentou, ao frisar a importância do estudo na vida de todos.

Padre Luigi fez questão de mostrar aos alunos, professores, coordenadores e funcionários que estiveram presentes na missa, um quadro com a imagem de Dom Bosco e dois meninos. “Ele tem um rosto bonito, sobretudo cativante e sorridente. Este homem dedicou sua vida às crianças e aos jovens. Os salesianos que hoje estão no mundo se inspiraram nele. Então vamos pedir a Dom Bosco que a luz de Deus ilumine nosso rosto e coração. Que nos transmita o grande amor pelos filhos e por todos que precisam de ajuda.”

No final das duas celebrações, os pais presentes receberam bênçãos e foram homenageados com cânticos e bombons.

Da Redação

você pode gostar também