Artesp inclui nome de Braúna em placas da Rondon

Uma das pequenas cidades do interior de São Paulo, Braúna comemorou nesta semana algo que para outros municípios não seria nada significativo. O município teve seu nome incluído em placas da Rodovia Marechal Rondon, solicitação feita pelo prefeito Flávio Giussani à Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (ARTESP).

Foram trocadas placas no trecho entre Penápolis e Glicério que indicavam o nome de outras cidades, como Clementina e Presidente Prudente, para o trevo que dá acesso à Rodovia Assis Chateaubriand, a saída 492B. Antes de chegar no cruzamento da Chateaubriand com a Rondon não havia o nome de Braúna nas placas que antecediam o acesso, o que levava visitantes para estradas erradas, além de deixar moradores da cidade irritados, já que o município é mais perto da rodovia que os indicados pelas placas.

O único acesso para Braúna que estava indicado por placa era o de uma estrada vicinal. “A ausência da referencia a Braúna causava muito transtornos principalmente aos nossos visitantes, que acabavam por ter uma placa indicativa de Braúna apenas na entrada de Glicério, cujo acesso se faz por terra”, disse o prefeito Giussani. Além de incluir o nome da cidade nas placas o prefeito solicitou que fosse incluído na placa que indica a estrada para Braúna no trevo de Glicério o termo “acesso por terra”, para que o motorista seja avisado com antecedência.

FERNANDO VERGA – Araçatuba

você pode gostar também