Taylor Swift faz generosa doação à instituição que ajuda vítimas de abuso sexual

Taylor Swift fez uma grande doação para a Joyful Heart Foundation, instituição criada pela atriz Mariska Hargitay, que ajuda mulheres vítimas de abuso sexual. A doação era uma promessa em meio ao processo que Taylor se envolveu com o ex-radialista David Mueller – a ação foi encerrada esta semana com a cantora vitoriosa.

“Taylor conhece a Joyful Heart Foundation e conhece o nosso trabalho”, disse Maile Zambuto, presidente da instituição. “A equipe dela entrou em contato comigo e conversamos muito sobre seu comprometimento durante toda essa provação em querer proporcionar um serviço às sobreviventes”, comentou.

O valor da doação não foi revelada e Zambuto se limitou a dizer que foi “um investimento extremamente generoso no movimento para dar fim a violência sexual”. O dinheiro irá ajudar as três principais iniciativas do programa: de recuperação, educacional e com advogados.

“Eu quero agradecer ao juiz William J. Martinez e ao júri por sua cuidadosa consideração, aos meus advogados Doug Baldridge, Danielle Foley, Jay Schaudies e Katie Wright por batalharem por mim e por qualquer pessoa que se sinta silenciada por agressão sexual e, principalmente, quem me ofereceu apoio por estes quatro anos de processo e dois de julgamento”, disse Taylor em declaração à revista People após o fim do caso contra o radialista. “Reconheço o privilégio que tenho na vida, na sociedade e na minha capacidade de bancar os custos para me defender num julgamento como este. Minha esperança é ajudar aqueles cujas vozes também devem ser ouvidas. Portanto, vou fazer doações no futuro próximo a várias organizações que ajudam as vítimas de agressão sexual a se defenderem”, completa.

Da Redação

você pode gostar também