STJ marca julgamento de habeas corpus de Edson Gomes para setembro

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) marcou julgamento do habeas corpus do prefeito afastado de Ilha Solteira (SP), Edson Gomes (SP), para o dia 5 de setembro. A intimação dos advogados do prefeito está prevista para hoje (17), na Imprensa Oficial.

A relatora ministra Maria Thereza de Assis Moura negou pedido de liminar, em 18 de maio, e depois negou o pedido de reconsideração feito pela defesa, em 25 de maio. O Ministério Público Federal (MPF) já emitiu parecer sobre o caso.

Com isso, o prefeito afastado deve completar cinco meses de prisão preventiva no Centro de Ressocialização de Araçatuba (SP). Gomes pediu afastamento de seis meses e ainda há dúvidas se ele poderá prorrogar este afastamento, caso não consiga um habeas corpus.

Edson Gomes, o ex-diretor municipal de Cultura, Nilson Nantes, e o empresário Uesley Severo, tiveram conversas telefônicas interceptadas com autorização da Justiça e foram flagrados planejando atrapalhar as investigações do processo que apura supostas irregularidades na contratação de shows para a Fapic 2010.

Nilson e Uesley já estão presos há quase nove meses. Os três também são acusados de falsificarem documentos públicos e particulares. (Hoje Mais Ilha Solteira)

Da Redação

você pode gostar também