Renato festeja vantagem do Grêmio, mas lamenta lesão de Geromel e prevê desfalque

O técnico Renato Gaúcho exibiu satisfação com a atuação do Grêmio no jogo de ida da semifinal da Copa do Brasil, na última quarta-feira à noite, em Porto Alegre, e festejou a vantagem que o time conquistou ao vencer o confronto por 1 a 0 na arena gremista. O resultado fez com que a sua equipe possa empatar o duelo de volta, marcado para a próxima quarta, às 21h45, no Mineirão, em Belo Horizonte, para ir à decisão da competição.

“O mais importante de tudo foi não ter tomado gol. Nosso objetivo era esse, de principalmente não tomar gol. E não tomamos o gol e fizemos o gol. Por isso temos essa vantagem que é bastante importante”, afirmou o treinador, em entrevista coletiva.

Já ao ser questionado sobre os motivos que levaram o Grêmio a conquistar mais uma vitória nesta temporada, o comandante elegeu principalmente a atenção mostrada pelos seus atletas aos “pequenos detalhes” como o fator determinante diante dos cruzeirenses.

“As coisas que mais cobro do meu grupo são os pequenos detalhes. Os pequenos detalhes no futebol fazem a grande diferença”, ressaltou Renato Gaúcho ao falar sobre a partida em que os mandantes fizeram o seu gol aos 45 minutos do primeiro tempo em um lance no qual Barrios, bem colocado dentro da grande área, aproveitou um rebote do goleiro Fábio após finalização de Luan para decidir o jogo com oportunismo.

“O Grêmio vai bem nas três competições (Copa do Brasil, Brasileirão e Copa Libertadores) por causa disso. Muita gente acha que os detalhezinhos do futebol não têm importância, mas têm sim. Nos pequenos detalhes se decide uma partida. Foi o que aconteceu hoje (quarta). Sabíamos que teríamos poucas oportunidades, aproveitamos uma delas e fizemos o gol. Então é aquilo que eu sempre falo aos meus jogadores: tem de entrar focado durante os 90 minutos. Quem deixa de fazer isso no futebol pode ter certeza que acaba pagando caro”, enfatizou.

GEROMEL PREOCUPA – Apesar da vitória, Renato Gaúcho não teve apenas motivos para comemorar nesta quarta-feira. O treinador perdeu o zagueiro Pedro Geromel durante o confronto com o Cruzeiro por causa de uma lesão muscular na coxa direita e já previu que deverá ficar sem poder contar com o defensor por um bom tempo.

“É uma lesão de músculo, um estiramento grave, de grau 2, talvez 3. Pelo que eu entendo da minha experiência como jogador, deve ser no mínimo três semanas fora”, lamentou o comandante, que ao mesmo tempo lembrou das opções que possui no elenco para ocupar o lugar de Geromel, cujo tempo de afastamento poderá ser determinado após exames de imagem aos quais o atleta será submetido nesta quinta-feira.

“É uma perda. É um zagueiro de nível de seleção brasileira, mas temos jogadores no grupo que têm que estar preparados. Quem jogar tem que dar conta do recado do jeito que o Geromel vinha jogando”, disse Renato, que antes do jogo de volta da semifinal da Copa do Brasil deverá poupar titulares e mandar a campo um time misto para enfrentar o Atlético-PR, domingo, às 11 horas, na Arena Grêmio, pela 21ª rodada do Brasileirão.

Da Redação

você pode gostar também