Salmeirão determina apuração de morte de criança no pronto-socorro

A Prefeitura de Birigui vai apurar o falecimento de uma criança de sete meses ocorrida na última sexta-feira (11) no pronto-socorro municipal. O prefeito Cristiano Salmeirão reuniu parte de sua equipe de governo (profissionais da Secretaria Municipal de Saúde) e determinou imediata apuração dos fatos.

O pronto-socorro de Birigui, denominado “Doutor Alceu Lot”, é administrado pela IDS, empresa especialidade no setor da saúde que presta serviços à Prefeitura.

“Primeiramente vamos nos colocar à disposição da família neste momento de dor. É lamentável este luto. Vamos, ainda, verificar detalhadamente o que ocorreu. Caso seja apurada alguma falha, a administração irá tomar as providências para responsabilizar os envolvidos no atendimento”, disse o prefeito Cristiano Salmeirão.

O prefeito disse que irá procurar pela família e se colocar à disposição. Ele está sensível ao ocorrido. “Sou pai de duas crianças e meus filhos estão entre as pessoas mais importantes do mundo. Estou muito triste com esse fato. Quero colaborar com a família”, completou Salmeirão.

O secretário municipal de Saúde, Gilmar Trecco Cavaca, está acompanhando o caso e já solicitou uma força tarefa de sua equipe para verificar o ocorrido no pronto-socorro. “Já estamos investigando e aguardando o laudo do IML”, falou o secretário.

O FATO
Enzo Samuel Amaro Rosa, de sete meses, morreu no pronto-socorro de Birigui na sexta-feira (11). Para a família houve negligência. A criança passou mal na quinta-feira (10) com vômito e febre. Foi levada ao pronto-socorro e liberada após ser medicada. Como a criança não apresentava melhora, foi levada pelos pais outra vez ao pronto pronto-socorro. A informação é que que foi levada à sala de emergência e duas horas depois os pais foram informados da morte. De acordo com registro, a criança engasgou com o próprio vômito.

Da Redação

você pode gostar também