Depois de eliminação do América-RN na Série D, vândalos depredam Arena das Dunas

Eliminado na primeira fase da Copa do Nordeste e sem alcançar sequer uma final de turno no último Estadual, o América-RN precisava de um bom desempenho na Série D do Campeonato Brasileiro para salvar o seu ano. Depois de ser dominante em seu grupo na primeira fase, o clube passou por Aparecidense-GO e Ceilândia-DF nos primeiros mata-matas, mas sucumbiu diante do Juazeirense no confronto que poderia lhe dar o acesso à Série C. E torcedores de organizadas do clube não contiveram a fúria após a eliminação e praticaram atos de violência e vandalismo na Arena das Dunas.

Após o empate por 1 a 1 com o time baiano em Natal (RN) no duelo de volta das quartas de final – o confronto ida havia sido 3 a 0 para o adversário – no último domingo, membros de torcidas organizadas começaram uma confusão, que levou a um quebra-quebra e intervenção da Polícia Militar. A PM utilizou gás de pimenta e bombas de efeito moral. Banheiros foram destruídos, portas quebradas, lixeiras arrancadas, catracas danificadas e até mesmo um quiosque foi colocado abaixo no estádio.

O prejuízo será arcado pelo América, devido a um acordo com a administração da Arena das Dunas. Na fase anterior da Série D, contra o Ceilândia, cadeiras foram quebradas e o clube teve de pagar R$ 5,5 mil pelos danos. Na ocasião, foi feita uma campanha pedindo para que os torcedores não praticassem novas depredações. Desta vez, ainda não foram calculados o preço a ser pago pelos danos ao estádio.

O América-RN e a administração da Arena das Dunas, um dos palcos da Copa do Mundo de 2014, ainda não se manifestaram sobre o ocorrido. Fotos que circulam pelas redes sociais mostram as condições que o local ficou após os atos de vandalismo.

Da Redação

você pode gostar também