Com público de 5 mil, abertura oficial da 29ª Festa do Folclore é marcada por homenagens

A 29ª Edição da Festa do Folclore começou na quarta-feira (10), mas a abertura oficial ficou para a quinta-feira (11). O evento contou com apresentações culturais promovidas pelas Escolas Municipais, da Orquestra Municipal de Violas, Neguinho Berranteiro e Grupo de Danças Folclóricas. De acordo com a organização da festa, 5 mil pessoas circularam pelo antigo espaço da NOB.

As atividades se iniciaram as 18h com 11 apresentação dos alunos de Escolas, CEI’s e projetos apoiados pela Prefeitura . O repertório das crianças abordou diversos aspectos culturais marcantes para o Brasil, Mato Grosso do Sul e Três Lagoas representados em danças e coreografias.

Em seguida, foi realizada a abertura dos portões para a entrada do trio elétrico composto por servidores municipais, o “Boi Bumbá”, que foi confeccionado e apresentado pela Diretoria de Cultura e professoras da Rede Municipal.

Na sequencia, houve o desfile de sete carroças puxadas por cavalos e a comitiva “Sem Destino”, integrada por oito burros e um pônei. Os membros dessa comitiva e condutores das carroças receberam um troféu de participação.

Durante seu discurso, o Prefeito de Três Lagoas expressou a necessidade de valorizar a população. “Gosto de pessoas que vestem a camisa de pessoas, que se esforça pelo povo. Essa festa é para nosso povo, para a nossa população”, enfatizou Angelo Guerreiro.

O local escolhido para a realização da festividade surpreendeu o público. “Muitos não acreditavam no local que nós escolhemos, era só mato, muita sujeira, mas, com esforço de todos nossos servidores, conseguimos trazer a festa de volta ao Centro de Três Lagoas”, disse o Prefeito.

Um dos momentos mais emocionantes foi a homenagem ao José Lopes, conhecido “Lopão”. Em 1983, o então Prefeito de Três Lagoas, organizou o evento que levou o nome “1º Encontro Folclórico Regional do Bolsão Sul-mato-grossense”. “Sem a iniciativa do senhor (Lopão), nada disso estaria acontecendo. Toda a população é grata por esse evento”, completou Guerreiro.

Em seguida, foi declarada aberta a 29ª Festa do Folclore de Três Lagoas sob uma linda queima de fogos que coloriu o céu três-lagoense por cinco minutos.

As homenagens continuaram com um poema de Pamela Schefer Côrrea. “1983… Uma ideia! Um sonho! Uma realização! 1ª Edição da Festa do Folclore! E nos bastidores da idealização e dedicação para um evento que se tornou referência e enraizou-se na história e memória de Três Lagoas, José Lopes de Barros, Ex-Prefeito e a Ex-Secretária de Educação Clarinda Dias Conceição – in memoriam (…) Professora Irene Marques Alexandria, uma referência cultural que faz parte de nossa história! Através da sua interpretação e talento, Três Lagoas passou a representar a arte teatral local! Fazendo história, fazendo arte!…”, trecho do texto recitado no palco pela autora.

A família da professora Clarinda Dias Conceição recebeu uma placa de honra em seu nome, outra placa foi entregue a professora Irene Marques Alexandria e aos antigos ferroviários, também contemplados pelas homenagens.

A festa do Folclore continua até domingo (13). Hoje (12), show com o cantor Renato Teixeira e no último dia acontece o inédito Encontro de Chamamé a partir das 10h.

Da Redação

 

você pode gostar também