Levir Culpi admite sofrimento do Santos contra Atlético-PR: ‘Vai servir de lição’

A classificação do Santos às quartas de final da Copa Libertadores veio com mais uma vitória sobre o Atlético Paranaense – por 1 a 0, no estádio da Vila Belmiro, em Santos -, na quinta-feira, mas foi com sofrimento por causa da boa atuação do clube do Paraná, que pressionou bastante durante os 90 minutos. Em entrevista coletiva, o técnico Levir Culpi afirmou que isso vai servir de lição para o futuro.

“Fiquei mais feliz com a classificação. Encaixamos só dois ou três contra-ataques. Foi muito pouco em casa. Precisamos melhorar, mas estamos felizes com a vaga. Foi bom para eles sentirem o que é a Libertadores. Vai servir de lição”, afirmou o treinador santista.

Levir Culpi sabe que o Santos correu riscos contra o Atlético Paranaense, mesmo com a vantagem de ter vencido em Curitiba por 3 a 2 na partida de ida. “Talvez eu não tenha preparado a equipe de acordo. Não culpo muito os jogadores. Tínhamos uma vantagem e, instintivamente, o time fica preso. E mesmo mal, coloquei o time para frente no segundo tempo com o Jean Mota. Terminamos o jogo sem volantes”, disse.

Nas quartas de final, o Santos jogará contra o Barcelona, do Equador, que eliminou o Palmeiras. Por ter melhor campanha na fase de grupos, o time brasileiro terá a vantagem de decidir o confronto em casa. Antes disso, as atenções voltam ao Campeonato Brasileiro e o próximo duelo será nesta segunda-feira contra o Fluminense, no estádio do Pacaembu, em São Paulo, pela 20.ª rodada – a primeira do returno.

Levir Culpi já descartou qualquer chance de o zagueiro Gustavo Henrique e o centroavante Nilmar jogarem. O primeiro está recuperado de uma grave lesão no joelho após 10 meses sem atuar e o segundo, que ainda não estreou pelo Santos, não disputa partidas oficiais desde maio do ano passado.

“Não há nenhuma chance de o Nilmar e Gustavo Henrique jogarem contra o Fluminense. Os dois estão em processo final de recuperação. Só entrarão em campo quando estiverem 100%. Não vamos queimar o filme deles”, contou o treinador.

Da Redação

você pode gostar também