Ambulatório Amaral Carvalho completa um ano de atendimento em Lins

Nesta sexta-feira (11) comemora-se um ano de atendimento da Unidade de Quimioterapia Amaral Carvalho em Lins. O trabalho teve início exatamente no dia 11 de agosto de 2016.

O ambulatório presta atendimento a pacientes do SUS de Lins e região, que são atendidos primeiramente em Jaú e encaminhados a Lins em uma segunda avaliação de condições clínicas e de protocolo medicamentoso. De acordo com a secretária de Saúde, Cláudia Nunes, com atendimento mais próximo de suas residências, os pacientes tem um conforto maior, mesmo passado por um momento delicado. “Contamos com o suporte do Hospital Amaral Carvalho de Jaú, caso o paciente necessite realizar algum tipo de exame ou consulta, fazemos o agendamento direto pelo Ambulatório”, explica ela, que ainda fala que o local conta com colaboração de parceiros como Grupo de Combate ao Câncer e Rotary Clube.

Ao todo são realizado em média 68 consultas mês, onde estas são feitas somente nas quintas-feiras. Além de 50 administração de quimioterapia, 41 liberações de hormônios quimioterápicos (comprimidos), entre outros procedimentos.Segundo Claudia a unidade é de grande importância para a população que necessita desse atendimento especializado. “O ambulatório foi mais uma das importantes aquisições que o município conseguiu, tanto para o tratamento de excelência recebido por uma equipe preparada para execução do trabalho, com cuidados delicados e seriedade dedicada aos pacientes, quanto pela comodidade em receber no município o tratamento que precisam sem se exporem as longas distancias e horas”, destaca.

Toda equipe envolvida no Ambulatório, avaliam respeito e a preocupação dois diferenciais na hora do atendimento aos pacientes, que merecem todo cuidado neste momento delicado em suas vidas. “Eles muitas vezes estão não só fisicamente, mas emocionalmente abalados, juntamente com seus familiares e aqui recebem um olhar multiprofissional, na amplitude de uma visão integral de cuidado físico, psico e social”, finaliza a secretária.

Da Redação

você pode gostar também