Acidente com vítimas fecha a rodovia do Guatambu

A Rodovia Senador Teotônio Villela (Guatambu), que liga Araçatuba a Birigui, ficou completamente fechada das 14h15 até pouco antes das 17 horas desta terça-feira (8) devido a um grave acidente ocorrido próximo ao pontilhão da ferrovia. Um veículo Peugeot 208, ocupado por uma mulher e tendo um adolescente como passageiro, bateu violentamente contra um caminhão.

O impacto foi tão forte que arrancou o motor do veículo. A mulher e o jovem foram socorridos, aparentemente, com ferimentos leves, para o pronto socorro de Birigui. A Polícia Rodoviária informou à noite que a pista foi completamente liberada às 18h30. Os ocupantes do caminhão – o motorista e dois acompanhantes – nada sofreram.

A reportagem apurou que o caminhão seguia de Araçatuba para Birigui. Conforme relato de testemunhas, a mulher que conduzia o Peugeot vinha em sentido contrário e o carro parecia desgovernado. Como o motorista do caminhão tentou evitar o choque, derivou à direita. Evitou o choque frontal, mas não lateral. A pancada foi tão forte o eixo do caminhão saiu do lugar e o veículo rodou na pista. Já o motor do carro ficou a vários metros de distância.

Como houve derramamento de óleo e combustível, os bombeiros foram para o local para isolar a área e socorrer as vítimas.

Devido ao isolamento da área por segurança e para trabalho da polícia científica, formou-se fila nos dois sentidos. Porém, logo a polícia orientou a fazer o retorno e buscar via alternativa para continuar a viagem.

INFORMAÇÕES

No local do acidente havia informações divergentes sobre o veículo. Algumas pessoas disseram que a mulher havia acabado de comprar o carro. Outros afirmavam que ele estava apenas experimentando (test-drive). Tinha acabado de retirar o veículo de uma garagem para teste e envolveu-se no acidente.

Não foi possível confirmar a informação, pois quando a reportagem esteve no local, não havia ninguém da garagem para confirmar a versão correta. Ficou evidente que a mulher estava há poucos minutos com o carro.

ANTÔNIO CRISPIM – Birigui

você pode gostar também