Unisalesiano recebe visita do MEC este mês para autorizar vestibular do curso de Medicina

O Unisalesiano de Araçatuba deve receber a visita do MEC (Ministério da Educação) na metade de agosto, como parte da última etapa do processo de aprovação do projeto pedagógico da universidade para que o vestibular para o curso de Medicina possa ser realizado. O anúncio foi feito pelo ministro da Educação, Mendonça Filho, em seu gabinete, em Brasília (DF). Estiveram presentes no encontro o reitor do Unisalesiano, padre Luigi Favero, o pró-reitor acadêmico, professor André Ornellas, o secretário de Regulação e Supervisão da Educação Superior do MEC, Henrique Sartori, e o deputado federal (licenciado) e secretário da Habitação do governo de São Paulo, Rodrigo Garcia.

“Fomos pedir para que a visita e a publicação no Diário Oficial da União ocorressem o quanto antes. Então, o Ministro e o Secretário Sartori prometeram que a visita vai acontecer na metade de agosto e a publicação no início de setembro”, informou o reitor do Unisalesiano.

Segundo padre Luigi, após a publicação do aval do curso de Medicina, será marcado o Vestibular; provavelmente no mês de outubro, com início das aulas em fevereiro de 2018. “Eles mostraram simpatia e o ministro falou que virá ao Unisalesiano com muito prazer para dar início ao curso de Medicina”, ressaltou.

Ainda na reunião com os representantes do MEC, padre Luigi e o pró-reitor André explicaram que todas as estruturas da universidade estão prontas, assim como o corpo docente. “O curso já está autorizado, só precisa da visita para ver se está tudo em ordem.”

O curso de Medicina, que terá 65 vagas em tempo integral, foi autorizado pelo MEC a funcionar no UniSALESIANO por meio do programa federal “Mais Médicos”.

ENSINO A DISTÂNCIA
Na audiência ficou firmada também a visita in loco para o credenciamento de EAD (Educação a Distância) da universidade. “O Secretário Sartori disse que, em breve, o Unisalesiano receberá a visita para o credenciamento de EAD. Com isso, a instituição poderá oferecer cursos de graduação e pós-graduação a distância ainda neste ano”, informou o padre Luigi Favero.

O Unisalesiano está preparado para oferecer ensino a distância, segundo destacou a coordenadora dos cursos de Engenharia da Computação, Tecnologia em Desenvolvimento de Sistemas e Jogos Digitais, professora Maria Aparecida Teixeira Bicharelli.

“A questão da qualidade da EAD tem a ver com a instituição e a nossa é séria e comprometida”, destacou Maria, ao lembrar que o Unisalesiano já possui uma estrutura adequada para o ensino. “O padre Luigi investiu na compra de um servidor robusto, um link de internet que passou de 100 para 300 mega e um webdesigner.”

Maria disse também que o aluno da EAD necessita de um comprometimento constante, pois não tem como “matar” aula nesse tipo de aprendizado. Ele precisa assistir as aulas e vídeos, ler textos e executar tarefas para conseguir evoluir para a próxima etapa. “O aluno tem que, realmente, se dedicar”, concluiu.

Da Redação

você pode gostar também