IAS realiza palestra sobre o Transtorno do Espectro Autista

O Instituto Apoio Social (IAS), de Araçatuba (SP), realiza hoje (5), às 9h, no auditório da Unip, a palestra “Transtorno do Espectro Autista: Como trabalhar?”, que será ministrado pela mestre em psicologia, Juliana Fernanda de Barros. A entidade solicita aos participantes que colaborem com um quilo de alimento não perecível.

Na palestra, Juliana aborda, dentre outros assuntos, aborda estratégias especiais de alfabetização de crianças com dificuldades de aprendizagem, estratégias estas que se baseiam na teoria da equivalência de estímulos. Fala também de procedimentos eficazes para instalar respostas de leitura e escrita mais refinadas em crianças com autismo.

O Autismo

O Transtorno do Espectro Autista (TEA), ou simplesmente Autismo, é um assunto complexo, e necessita de uma análise particular em cada pessoa. O termo autismo foi utilizado primeiramente pelo pesquisador Bleuler, em 1911, significando a perda de contato com a realidade. O termo refere-se às crianças pesquisadas, que viviam num mundo próprio, dentro de si mesmas, daí a raiz “auto” (voltado para si próprio).

Posteriormente, Kanner publica os primeiros artigos, apontando a questão do autismo presente em 11 crianças, no ano de 1943. No ano seguinte, Asperger publica estudos onde as crianças com autismo apresentavam certa desenvoltura cognitiva e inteligência normal.

Nos dias atuais, a comunidade médica observa o autismo com maior complexidade, com múltiplas etiologias com graus variáveis.

O Instituto

O Instituto Apoio Social (IAS), de Araçatuba, surgiu oficialmente no dia 23/12/2006, para atuar nas áreas da educação, assistência social e saúde, desenvolvendo e executando projetos, programas, cursos, seminários, oficinas, capacitações e palestras. Trabalha também na defesa de direitos, apoiando, orientando e encaminhando aos equipamentos públicos pertinentes famílias que têm problemas com suas crianças e adolescentes.

DA REDAÇÃO – Araçatuba

você pode gostar também