Com camisa retrô, máster da AEA enfrenta Seleção de Araçatuba hoje no campo da Polícia Mirim

 

Os antigos torcedores da Associação Esportiva Araçatuba (AEA) podem matar a saudade de ex-jogadores com mais de 45 anos na manhã deste domingo. O máster do Canário enfrenta a Seleção de Araçatuba/Amigos do Zé Leitoa, no campo da Polícia Mirim, a partir das 9h30, com entrada gratuita. O atrativo do jogo é a camisa de 1973, que o máster vai usar a partir deste domingo, e com a qual o clube foi campeão da Divisão Intermediária, logo no ano de estreia no futebol profissional.
Recém-fundado, o máster da AEA é formado por ex-jogadores que atuaram profissionalmente no Canário e que hoje têm 45 anos ou mais. De acordo com o presidente da AEA Máster, Anselmo Ananias, o objetivo é promover o convívio e a confraternização dos ex-companheiros, jogos amistosos festivos ou beneficentes. Segundo o presidente, o projeto é que a AEA Máster seja um clube, independente de a agremiação principal (categoria livre, profissional) estar ou não em atividade.
Anselmo convida ex-jogadores, ex-dirigentes e outros profissionais que já passaram pela AEA. No feriado de Corpus Christi, os veteranos disputaram a primeira partida amistosa, tendo como adversário o Máster do América do bairro Santana. O jogo terminou em 2 a 2. Estiveram em campo com a camisa do Canário: Garrinchinha, Camilo, Nenê, China, Marcos Moda, Chicão, Niquinha, Cesinha, Vital, Flavinho, Xangal, Biriba, Zinho, Jean, Paulinho, Fernando Ramos, Aleko, Donizete e Aires. Moraes foi para jogar, mas como não tinha árbitro à disposição, assumiu o apito.

ANTÔNIO SOARES DOS REIS – ARAÇATUBA

você pode gostar também