Vendas no varejo devem subir 5% em agosto

Segundo dados da Fecomércio/SP (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo), as vendas no varejo em Araçatuba devem aumentar 5% neste mês de agosto, em relação ao mesmo período de 2016. A estimativa é movimentar R$ 792,5 milhões no comércio varejista, inclusive devido às comemorações pelo Dia dos Pais.

A queda na inflação e os cortes nas taxas de juros aumentaram a confiança dos consumidores e são responsáveis pelo aumento nas vendas. Para o estado de São Paulo, a federação prevê uma alta de 7%, uma projeção ainda maior.

Wilson Marinho, presidente da Associação Comercial de Araçatuba, afirma que os comerciantes da cidade realmente enxergam melhorias no cenário atual.

”Nós acreditamos que agosto será um mês bom, não só pelo Dia dos Pais. Essa é a terceira melhor data para as vendas no varejo, atrás de Dia das Mães e Natal, porém vemos o consumidor de forma geral mais animado para comprar e isso nos dá bastante esperança”.

Segmentos como lojas de roupas, calçados, acessórios e eletrônicos serão os mais beneficiados com a alta nas vendas, ainda segundo o levantamento divulgado pela Fecomércio. Esses itens apresentaram recente queda nos preços ou tiveram seus valores reajustados bem abaixo da inflação.

Também de acordo com a entidade, as turbulências no cenário político não devem comprometer a trajetória de recuperação do varejo que vem sendo observada. Desde o mês de janeiro, a entidade registra altas nas vendas e no faturamento das lojas do estado.

Isso se deve a um distanciamento entre a economia e a política no país. Levantamento divulgado pela Fecomércio no final de julho aponta que desde maio, empresários e consumidores vêm adotando posturas mais atentas e conservadoras, porém sem grandes sobressaltos.

Março, abril e maio tiveram altas consecutivas no índice de confiança dos empresários e a confiança dos consumidores passou de 100,1 pontos em junho para 104,8 pontos em julho.

Os números se devem, segundo a assessoria econômica da Fecomércio, a um cenário econômico mais favorável, com números positivos no mercado de trabalho formal, retomada da atividade industrial, declínio dos juros e da inflação.

Karen Mendes – Araçatuba / SP

você pode gostar também