Técnico Roberto Fernandes volta ao Náutico

Velho conhecido da torcida, o técnico Roberto Fernandes está de volta ao Náutico. Após demitir Beto Campos no último domingo e quase fechar com Guilherme Alves, a diretoria alvirrubra colocou o nome do treinador pernambucano à mesa e fez um contato. Após redução na pedida salarial e esperar ele colocar o Confiança em campo nesta segunda-feira, contra o Moto Club, pela Série C, o comandante foi anunciado. Ele chega ao Recife ainda nesta terça para se reunir com a diretoria e, portanto, não estará presente no jogo contra o Vila Nova, em Goiás, por falta de disponibilidade de voo. Não há confirmação oficial sobre a duração do vínculo.

O interessante é que Roberto Fernandes foi anunciado há cerca de duas semanas pelo Confiança. Porém, o treinador teria no contrato uma cláusula que o liberaria da equipe sergipana em caso de convites oriundos de clubes das Séries A ou B. Fez apenas dois jogos pela clube.

Essa é a quarta passagem de Roberto Fernandes pelo Timbu. Ele esteve à frente do time em 2007, 2008, e, por fim, entre 2010 e 2011. Na primeira passagem, inclusive, comandou o time em uma grande recuperação que acabou livrando o Náutico do rebaixamento na Série A daquele ano.

Agora, terá a mesma missão. Dessa vez, na Série B. Lanterna na competição e em crise, o Timbu chega ao quinto treinador na temporada. Antes, estiveram no clube, Dado Cavalcanti, Milton Cruz, Waldemar Lemos e Beto Campos. Esse último durou apenas nove jogos.

CONFIRA O COMUNICADO DO NÁUTICO
“A diretoria de futebol do Náutico comunica que Roberto Fernandes é o novo técnico alvirrubro. O pernambucano de 46 anos iniciará nesta semana a sua quarta passagem pelo Timbu. Antes, havia comandado a equipe em 2007, 2008/2009 e 2010/2011 e por três vezes salvou o clube do rebaixamento.

Neste período, Roberto Fernandes esteve à frente do Náutico em 104 partidas com 47 vitórias, 25 empates e 32 derrotas. Inclusive, é o treinador com o maior número de jogos pelo Timbu na história da Série A do Campeonato Brasileiro.

Velho conhecido da torcida alvirrubra, o comandante também passou por Linense-SP, Londrina, Guaratinguetá-SP, Anapolina-GO, Ceará, Vila Nova, Santo André, Ituano, Brasiliense, Atlético-PR, Figueirense, Fortaleza, Paysandu, América-RN, ABC, Remo, Capivariano, Paraná e Confiança-SE.”

Da Redação

você pode gostar também