Presidente do Huracán está finalizando negociação com Boca por Ábila, do Cruzeiro

“Estamos finalizando os detalhes para que Wanchope volte ao Huracán”, disse o presidente do clube, Alejandro Nadur, em entrevista ao canal TyC Sports, nesta terça-feira. Pela declaração de Nadur, um acordo entre Boca Juniors e Globo está próximo. Assim, a novela Ábila deve ter um desfecho nas próximas horas.

Nas tratativas, o Huracán deve receber o empréstimo de Ábila por seis meses. Os salários serão bancados pelo Boca Juniors, que vai quitar a dívida do Cruzeiro de 1,5 milhão de dólares, ou R$ 4,6 milhões. Assim, o clube da Bombonera ficaria com 50% dos direitos e o Globo com os outros 50% – a Raposa receberia 15% de uma eventual venda. O Boca, a princípio, não vai precisar comprar a outra metade do Huracán, o que empacava a transferência do centroavante.

Em troca pela liberação de Ábila, o Cruzeiro recebeu o armador Alexis Messidoro, de 20 anos, por empréstimo de um ano e meio. O jovem já está treinando na Toca da Raposa e só espera o acerto entre Boca e Huracán para efetivar seu contrato com o clube celeste.

A CONTRATAÇÃO DE ÁBILA
Em junho de 2016, o Cruzeiro adquiriu metade dos direitos do atacante argentino, de 27 anos, por US$ 3,82 milhões e ainda assumiu todas as taxas e impostos do negócio. Com esses encargos, o valor da transação pelos primeiros 50% dos direitos acabou acertado em US$ 4,2 milhões (R$ 13,6 milhões).

A cúpula celeste pagou US$ 2,7 milhões, depositados em agosto, e ainda deve US$ 1,5 milhão (R$ 4,8 milhões), montante que deveria ter sido acertado inicialmente até 6 de dezembro. O Boca vai assumir essa dívida.

Na negociação, o clube celeste se compromete a comprar os outros 50% dos direitos por US$4 milhões até dezembro de 2017. Com a transferência para o Boca, o clube celeste não precisará comprar esta porcentagem.

Da Redação

você pode gostar também