Prefeitura e feirantes prestam contas e discutem melhorias para o setor

Com a participação de 121 feirantes dos diversos horários e dias da Feira Livre, a Prefeitura de Três Lagoas, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (Sedect), realizou, no sábado (29), uma reunião no saguão doi antigo paço municipal no intuito de prestar contas sobre os investimentos no setor, propor um Projeto de Controle e Melhorias na arrecadação na Feira Livre e entrega de credenciais.

Após uma breve prestação de contas da Associação dos Feirantes de Três Lagoas, que consistiu em apresentar investimentos em melhorias, manutenções da feira, pagamento de funcionários, realização de eventos e número de inadimplentes, a reunião seguiu com a fala do secretário da pasta, Antônio Empek Junior, acompanhado de sua equipe de diretores e do prefeito de Três Lagoas, Angelo Guerreiro, em relação aos investimentos executados e melhorias previstas para a Feira Livre.

INADIMPLENTES
No ato, também foi apresentada a tabela com as novas taxas sobre o espaço utilizado por barraca na área da feira livre, sendo que essa passará a valer apenas em 2018. “Além dessa tabela, que fará com que consigamos arrecadar mais para manter a feira, estamos dando 30 dias para que os feirantes inadimplentes se regularizem, caso contrário, perderão o direito de trabalhar no local, pois não é justo que os outros paguem para que esses continuem a não cumprir com suas responsabilidades”, destaca Angelo Guerreiro.

Para regularizar a sua situação, o feirante deve procurar o Departamento de Fiscalização Tributária, localizado à Rua João Silva, 939 – 1º Andar – Centro de Três Lagoas. “Se tanto a Prefeitura, quanto os feirantes, bem como a Associação, cumprirem com as suas responsabilidades, será possível que consigamos colocar em andamento grandes projetos de melhoria da Feira de Três Lagoas, para torná-la mais moderna e organizada”, finaliza Guerreiro.

PROPOSTAS
Em sua fala, Empek ressaltou a importância da Associação, dos feirantes e da Prefeitura crescerem juntos. “A feira livre é um patrimônio de Três Lagoas e, para preservá-la temos que nos unir e, com isso, cada um fazer a sua parte. Atualmente, a Prefeitura está tendo mais custos do que arrecadação com a feira, algo que não pode acontecer”, enfatiza.

O secretário seguiu ressaltando que todo o acompanhamento feito pela Administração Municipal em relação à feira, bem como a realização dessa reunião, denota o compromisso com a Associação e todos os feirantes. “Temos que trabalhar juntos e, para isso, precisamos do apoio de todos. Para nós, não há distinção de quem é de Três Lagoas ou de fora, todos são muito bem-vindos”, explica.

Na reunião, além da apresentação dos investimentos com a Feira, foram feitas propostas para reduzir os custos de manutenção da mesma, como a colaboração dos feirantes na limpeza da Avenida Rosário Congro após o término das vendas, que é prevista no Código de Postura da Cidade, além do compromisso de todos cumprirem os horários e regras previstas para comercializarem no local.

CREDENCIAIS
A reunião também foi marcada pela entrega das credenciais dos feirantes, que consiste em uma identificação que é fixada em local visível junto à barraca para que permita a identificação do responsável pelo local e garante que o mesmo está em dia com a Administração Municipal.

Porém, o documento foi entregue apenas aos feirantes que estão em dia com a tributação municipal, sendo que poderão retirar as suas credenciais após se regularizarem dentro de 30 dias a contar da data da realização da reunião.

Da Redação

você pode gostar também