Reunião do Ciensp debate soluções para aterros sanitários dos municípios da região

A Prefeitura de Andradina foi sede de uma reunião, na segunda-feira (24), do Ciensp (Consórcio Intermunicipal do Extremo Noroeste de São Paulo) para discutir soluções ambientais para os aterros sanitários dos municípios.

A prefeita Tamiko Inoue liderou as discussões pelo por Andradina e pelo Ciensp os prefeitos de Murutinga do Sul, Gilson Pimentel, de Pereira Barreto, Joãozinho, de Sud Mennucci, Júlio César Gome, e Tupi Paulista Alexandre Tassoni Antonio, além de outros representantes de municípios do Consórcio.

No encontro foram debatidas soluções ambientais para as cidades que apresentam problemas com seus aterros, e o interesse de um aterro regional, além da realização de um fórum em agosto para discutir o local mais adequado segundo o que preconiza o Governo do Estado de São Paulo.

No Fórum está previsto a participação além dos municípios, do Governo do Estado, das empresas que tem interesse e tecnologia, e da Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo), responsável pelas diretrizes dos aterros.

O secretário de Meio Ambiente, Claudio Gotardo, explica que hoje muitos municípios têm seus aterros com licença de operação vencida e dificuldades de conclusão do próprio aterro, além da necessidade da inserção de novas tecnologias, para reaproveitamento do lixo gerado.

Gotardo destaca que estudos do Estado vêm apontando como melhor solução a regionalização do serviço, devido aos custos e da atenção que se deve dar ao projeto. “O Governo do Estado indica que vai auxiliar na construção de um novo aterro que atenda toda a região, através de consórcios e associações, diminuindo os custos, facilitando à logística e resolvendo os problemas de forma conjunta”.

Da Redação

 

você pode gostar também