Com poucos reforços no Sport, Luxemburgo não se apressa por novas contratações

Vanderlei Luxemburgo vai completar dois meses no comando do Sport. No período, só recebeu dois reforços: o volante Patrick e o lateral-esquerdo Sander. A janela internacional se fechou há uma semana, e o clube procura nomes no mercado nacional de forma desapressada. O treinador rubro-negro continua sem falar abertamente do assunto e pondera sobre a real necessidade do time em contratar mais atletas.

Luxa tem sido questionado sobre a vinda de novos reforços. Foi assim nas suas duas última entrevistas coletivas no Sport. Assegura que tem conversado com a direção sobre o tema, mas não prefere tornar nada público. Principalmente depois do último jogo, no qual o Rubro-negro perdeu do Palmeiras por 2 a 0, na Arena de Pernambuco. Na visão do técnico, externar o assunto logo após o revés na Série A poderia geral um mal estar no seu elenco.

“Acabei de perder o jogo. De repente, tudo o que se estava fazendo de muito bom fica muito ruim. Esses assuntos a gente trata internamente. Com certeza, já falei algumas situações para os nossos dirigentes, algumas coisas que nós precisávamos. Mas tratar disso depois de uma derrota é como jogar para os jogadores a responsabilidade de uma derrota. Não pode ser porque perdeu ninguém presta agora”, disse Luxemburgo.

O comandante leonino faz questão também de minimizar a pressão para trazer os reforços para a sequência da temporada. Não esconde a satisfação com o que já tem em mãos. “Sou muito calmo em respeito a isso. Entendo que mercado de reforços é complicado.” Nos bastidores do Sport, comenta-se que as prioridades são um meia, um atacante e zagueiro – nessa mesma ordem.

Da Redação

você pode gostar também