Jogo com Palmeiras pressiona Cruzeiro, que vê na Copa do Brasil única chance de título

Desconsiderando a irrelevante Primeira Liga, a Copa do Brasil é a única competição que o Cruzeiro tem chances palpáveis de título. A conquista do Campeonato Brasileiro é algo fora da realidade. Com a derrota para o Avaí neste fim de semana, a Raposa ficou 18 pontos longe do líder Corinthians, afastando ainda mais as possibilidades remotas no Nacional.

Com esse cenário, a partida contra o Palmeiras, nesta quarta-feira, às 21h45, no Mineirão, (confira aqui as condições dos ingressos) ganhou uma importância ainda maior. Por ter empatado o jogo de ida fora de casa por 3 a 3, a Raposa avança com um empate desde que com menos de seis gols (0 a 0, 1 a 1 e 2 a 2). Se o placar ficar em 3 a 3 novamente, a decisão vai para os pênaltis.

Mano prega união entre torcida e time. Grande parte dos cruzeirenses está descontente com o trabalho do treinador. O Cruzeiro tem oscilado com frequência na temporada. Preocupa o desempenho da defesa, que mais uma vez falhou contra o Avaí, e a falta de contundência do ataque. O treinador, contudo, recusa aumentar a pressão sobre o time e convoca a torcida.

“Não penso na sequência do ano. Quarta-feira é um jogo de Copa do Brasil. Já tem pressão suficiente em um jogo de Copa do Brasil que terminou 3 a 3 no primeiro jogo. O adversário é extraordinário, é o clube que mais investiu. Espero que as coisas sejam definidas dentro de campo. Acho que a torcida do Cruzeiro tem que ficar muito alerta com isso. Sei que às vezes ela direciona para o treinador, para algum jogador. Acho que as críticas nós assimilamos bem. Mas temos que estar unidos para quarta-feira. Nós vamos enfrentar uma potência, um clube que vai direcionar para o mata-mata, Libertadores e Copa do Brasil, e nós temos que cuidar de todos os detalhes, e o Cruzeiro vai estar forte para decidir o jogo dentro do campo”, disse Mano Menezes.

O Cruzeiro iniciou a temporada em cinco competições. Já deu adeus a duas: perdeu o Campeonato Mineiro para o maior rival e foi eliminado pelo modesto Nacional, do Paraguai, na Copa Sul Americana. Restam Copa do Brasil, Brasileiro e Primeira Liga. Se for eliminado para o Palmeiras, sobrará ao time lutar por uma vaga na próxima Copa Libertadores via Nacional. A Primeira Liga não empolgou e nunca foi objetivo de nenhum dos participantes.

Da Redação

você pode gostar também