Marcos Rocha pretende honrar contrato no Galo, mas deixa futuro nas mãos da diretoria

Um dos jogadores com mais tempo de Atlético, Marcos Rocha é alvo do São Paulo. O lateral seria um pedido do técnico Dorival Júnior à direção do Tricolor, que admitiu ‘viabilidade’ em tentar a negociação. Mas, por enquanto, nada chegou ao jogador e ao clube alvinegro.

Após a derrota do Galo para o Bahia, nessa quarta-feira, Marcos Rocha comentou as especulações envolvendo uma transferência, negou que tenha recebido uma proposta e ressaltou que pretende cumprir o contrato com o Atlético. O vínculo do lateral com o clube alvinegro vai até dezembro de 2018.
“Não chegou nada. Estava dormindo na concentração à tarde e quando acordei vi meu telefone cheio de mensagens. Meu foco é no Atlético, como eu sempre falei. Tenho um ano e meio ainda de contrato. Pretendo honrá-lo, como sempre honrei essa camisa”, disse Rocha.
No entanto, questionado sobre a possibilidade de chegar uma proposta à diretoria alvinegra, o lateral atleticano afirmou que cabe ao presidente Daniel Nepomuceno avaliar e decidir sobre o futuro entre as partes. “Aí é o presidente quem vai decidir”, comentou.
Em 26 de abril deste ano, Marcos Rocha escreveu seu nome na história do Atlético como o lateral-direito que mais vezes defendeu o time nos 109 anos do clube. O jogador atuou em 286 partidas com a camisa alvinegra.
Rocha foi campeão da Libertadores (2013), da Recopa Sul-Americana e da Copa do Brasil (2014), da Florida Cup (2016), além de levantar o título mineiro quatro vezes (2012, 2013, 2015 e 2017).

Da Redação

você pode gostar também