Número de queimadas urbanas aumenta e afeta moradores

De junho para julho deste ano, o número de autos de infração devido às queimadas urbanas saltou de 19 para 41 em Três Lagoas. O dado é da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Agronegócio (Semea) e mostra que a regra da boa vizinhança ainda não é muito praticada.

“Cansei de colocar roupa no varal e quando fui recolher estava com cheiro de fumaça. Além disso, não aguento mais esse cheiro quase todos os dias no fim do dia; o ar já está seco e parece que fica ainda mais difícil respirar com a fumaça”, comenta a dona de casa, Maria de Fátima Martins.

“De acordo com o Código de Postura do Município – Lei Municipal nº 2.418 de 23/12/2009, Art. 26, inciso VII, realizar queimada urbana é crime que prevê multa de 100 UFIM’s por lote – aproximadamente R$ 450,00. Independente se foram terceiros que atearam fogo no terreno, quem será penalizado é o proprietário”, explicou o secretário de Meio Ambiente e Agronegócio, Celso Yamaguti.

Apesar do clima frio e, aparentemente, mais úmido, por estar nublado, a queimada urbana ainda é um grande problema, pois o vento, que é mais constante nessa época, leva fumaça a uma distância maior, afetando ainda mais pessoas. “Eu tenho problemas respiratório, bronquite, e com o tempo seco e frio já fica complicado conseguir dormir, agora ainda tenho que enfrentar o mau cheiro da fumaça que aumenta ainda mais a minha dificuldade respiratória”, comenta a atendente, Neuza do Carmo.

A Semea sempre orienta que terrenos sejam murados – Lei Municipal nº 863 de 1989 – e limpos – Decreto Municipal nº 013/2011 -, para evitar proliferação de doenças e também, que terceiros atem fogo no local.

LIXO
A restrição sobre queimada urbana não é apenas sobre o atear fogo em folhas, galhos e afins, queimar lixo de qualquer tipo também é crime e pode ser ainda mais prejudicial dependendo do conteúdo incendiado. Além disso, é um risco para quem trafega pelas ruas e calçadas, pois na maioria dos casos, o fogo é ateado no lixo que fica próximo á sarjeta, facilitando o contato, principalmente, de crianças.
Em um flagrante, enviado por meio de denuncia à SEMEA, um morador fotografou o momento em que um monte de lixo está em chamas, soltando muita fumaça no Bairro Interlagos na noite desta segunda-feira (17).

FISCALIZAÇÃO
A Secretaria Municipal de Meio Ambiente informa que trabalha por meio de denúncias (sigilosas) feitas pela população pelo telefone (67) 3929-1249. “É sempre importante que o cidadão tenha o hábito de denunciar, pois somente assim conseguiremos controlar esse tipo de crime que faz mal, inclusive, para a saúde da própria população”, ressaltou Celso Yamaguti.

Da Redação

você pode gostar também