Usuários cobram volta da zona azul

A empresa Explora Participações em Tecnologia e Sistema de Informação Ltda gerenciou o sistema de estacionamento rotativo – zona azul – de Andradina de 26 de junho de 2012 a 26 de junho de 2017. O contrato era de cinco anos. Porém, a administração decidiu não renovar o contrato e já estudando um novo edital para licitar o serviço.

Andradina foi uma das primeiras do país a receber o sistema que funciona como um parquímetro eletrônico totalmente automatizado com um sensor de presença por vaga via “Wi-Fi”. O sistema de pagamento por vaga era questionado por usuário, já que em outras cidades, como Araçatuba, dentro do prazo comprado, o usuário pode mudar de lugar.

Mesmo assim, as pessoas aprovaram o serviço prestado e agora estão sentindo falta da zona azul. “Estacionar no centro de Andradina é quase impossível”, disse uma consumidora que veio de Castilho e preciso deixar o carro longe do centro.

A prefeita Tamiko Inoue e o secretário de assuntos estratégicos, Jamil Ono, que implantou o serviço em seu governo, precisam dar uma resposta rápida à sociedade, cobrando agilidade no processo de licitação.

Da Redação

você pode gostar também