Aplicativo do Ministério do Trabalho ajuda a buscar vagas no mercado

Cerca de 50 mil vagas por dia de todo o Brasil são disponibilizadas para consulta no aplicativo “Sine Fácil” e, desde seu lançamento em maio deste ano, mais de 11 mil trabalhadores foram encaminhados para o mercado de trabalho. Os dados são do Ministério do Trabalho, que disponibiliza a ferramenta gratuitamente para download no portal Emprega Brasil (empregabrasil.mte.gov.br). O aplicativo móvel, que foi desenvolvido pela Dataprev para celulares e tablets, permite ao trabalhador encontrar, de forma prática e rápida, vagas adequadas ao seu perfil pelo Sistema Nacional de Emprego (Sine).

Pelo aplicativo o usuário poderá agendar entrevistas com empregadores, acompanhar a situação do benefício do seguro-desemprego e acessar outros serviços de seu interesse. Ele permite consultas a vagas de emprego em qualquer horário, de qualquer local, eliminando a necessidade de o trabalhador se deslocar até um posto de atendimento da rede Sine, que conta com 1.440 unidades em todo o país e realiza 300 mil atendimentos diários. O aplicativo oferece os seguintes serviços : consultar por vaga, entrevistas de emprego agendadas, consultar seguro-desemprego, contratos de trabalho e consultar abono salarial.

Para o empregador, a solução possibilita encontrar mais rapidamente um profissional com o perfil desejado. As vantagens incluem a verificação de currículos, a seleção de trabalhadores para participar de processos seletivos e a consulta a entrevistas agendadas.

ACESSO

O aplicativo está disponível na versão para Android e o Ministério do Trabalho afirma que é fácil de ser utilizado mesmo por aqueles com pouco conhecimento de tecnologia. Para utilizá-lo o usuário deverá ter um código de acesso (QR Code) que pode ser obtido no portal Emprega Brasil, nas unidades de atendimento do Sine; no documento que ele recebe no ato da rescisão de contrato; ou na solicitação do seguro desemprego. O código de acesso é individual, o que garante mais segurança às informações e agilidade no atendimento. Após instalar o aplicativo no seu celular ou tablet, o trabalhador deverá digitalizar o código utilizando a câmera fotográfica do aparelho celular.

FERNANDO VERGA

você pode gostar também