Autoridades de Ilha Solteira repudiam projeto de Itamar Borges que muda nome de rodovia

A Lei Estadual que mudou o nome da ‘Rodovia dos Barrageiros’ para ‘Éttore Bottura’ em homenagem a ex-prefeito de Santa Fé do Sul (SP), de autoria do deputado estadual mais votado em Ilha Solteira (SP), Itamar Borges (PMDB), continua repercutindo negativamente entre a população ilhense e, agora, chegou a vez das autoridades se manifestarem sobre o assunto.

O prefeito em exercício Otávio Gomes (DEM) enviou uma Nota de Repúdio ao deputado deixando claro seu sentimento de indignação e desapreço ao ato do parlamentar. “A referida homenagem do deputado estadual ao ex-prefeito de Santa Fé do Sul fere o bom senso que deveria ter qualquer parlamentar que almeja conquistar o respeito público e, inclusive, os votos que obteve da população ilhense. Exigimos respeito”, declarou.
A Câmara Municipal de Ilha Solteira se manifestou. O vereador Alberto dos Santos Júnior, o Beto (PSB) propôs moção de repúdio pela mudança. De acordo com a Assessoria de Comunicação da Câmara, o vereador Beto cita na moção o desrespeito do deputado aos interesses da comunidade ilhense ao alterar a denominação da rodovia. “A denominação da rodovia foi uma homenagem aos inúmeros trabalhadores que desenvolveram suas atividades na construção das usinas de Ilha Solteira e Jupiá. E as famílias desses barrageiros se orgulham da contribuição para o desenvolvimento e progresso de nosso país”.

GOVERNADOR
O governador Geraldo Alckmin (PSDB) propôs veto total ao projeto de lei de autoria do deputado Itamar Borges. Para ele, apesar dos reconhecidos méritos da pessoa que se pretendia homenagear, “vejo-me compelido a negar sanção ao projeto de lei”.

“Ao manifestar-se contrariamente à medida, a Secretaria de Logística e Transportes esclareceu, por intermédio do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), que o referido trecho já está denominado como “Rodovia dos Barrageiros” nos termos da Lei nº 4.958, de 30 de dezembro de 1985″, justificou Geraldo Alckmin.

Apesar disso, a Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo rejeitou o veto do governador e aprovou o projeto de lei do deputado Itamar Borges no mês de junho.
A lei de 1985 que denominou o trecho de “Rodovia dos Barrageiros” foi de autoria do então deputado estadual Edinho Araújo.

HOMENAGEADO
De acordo com a Assessoria de Imprensa do deputado, Éttore Bottura foi vereador de Santa Fé do Sul, presidente da Câmara Municipal e prefeito de 67 a 70. Foi colonizador e contribuiu, de acordo com informações divulgadas no site do deputado estadual, para a construção da rodovia quando se iniciou a construção da Usina Hidrelétrica de Ilha Solteira, maior Usina do Estado de São Paulo.

O deputado destacou o que chama de “reconhecimento da história do ex-prefeito”. “É uma justa homenagem, pois ele fez história em Santa Fé e em nossa região. É uma alegria, como deputado da cidade e ex-prefeito, fazer essa importante homenagem ao Bottura, que foi um grande líder e amigo”, disse. (Hoje Mais Ilha Solteira)

Da Redação

 

você pode gostar também