FEA oferecerá graduação em Direito em 2018

A Fundação Educacional Araçatuba (FEA) oferecerá já no próximo vestibular o curso de bacharel em Direito. A instituição protocolou o pedido em 26 de novembro de 2016 e a aprovação foi dada pelo Conselho Estadual de Educação de São Paulo nesta quarta-feira (05). O curso terá duração de cinco anos, com carga horária de 4088 horas, e serão oferecidas, inicialmente, 50 vagas no período diurno e 50 para o período noturno.

De acordo com o diretor pedagógico da FEA, professor Pascoal Manfredi Neto, trata-se de uma conquista importante e que possibilitará o acesso à educação superior para muitos estudantes. “É importante não só para Araçatuba, mas para toda a região. Uma vez que se trata de uma instituição municipal sem fins lucrativos, nós vamos ter uma das menores mensalidades da região”, afirma.

Entretanto, Neto explica que o valor da mensalidade não será o único diferencial das outras faculdades que oferecem o curso. “Elaboramos um projeto que tem preocupação com a conciliação, com a humanidade e não em formar profissionais que levarão causas apenas às últimas consequências da justiça”, enfatiza. Para o professor, é importante formar não apenas para o mercado de trabalho. “A FEA é muito forte na questão dos direitos humanos e buscamos esse perfil de conciliação, então temos que preparar o futuro advogado para trabalhar com isso, com o resgate da cidadania”, explica.

Além disso, ele cita a qualidade do ensino oferecido pela FEA. “Por quatro anos consecutivos nós ficamos com a nota 4 no Índice Geral de Cursos do MEC, que tem nota máxima 5. Isso foi importante para a aprovação do curso”, explica. Com relação ao corpo docente alguns professores da instituição lecionarão no primeiro ano, que possui uma grade de disciplinas voltada às humanidades em geral. “Vamos fazer concurso público para contratar especialistas conforme a necessidade for surgindo”, diz Neto.

MEDICINA

Sobre a implantação do curso de Medicina, professor Pascoal explica que em agosto deste ano membros do Conselho Estadual de Educação farão uma visita à FEA para verificar se a instituição tem condições de executar o que está no projeto apresentado. “Estamos bastante confiantes, o projeto é bom e já temos condições de instalar os laboratórios. A proposta foi bem aceita”, diz.

De acordo com ele o fato de uma instituição privada ter conquistado o curso não diminui as chances da FEA. “Pelo contrário. Araçatuba comporta mais que isso. Existe a demanda e os alunos vem de todo o Brasil. Estamos há duas horas do Paraná, duas horas do Mato Grosso do Sul, próximos de Minas Gerais, temos um modal de transporte excelente que permite as pessoas virem estudar aqui”, afirma.

FERNANDO VERGA – Araçatuba

você pode gostar também