Tribunal Regional Eleitoral julga improcedente ação contra Tamiko e Pedrinho

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) julgou, por unanimidade, na tarde desta terça-feira (4), improcedente a ação de investigação judicial eleitoral contra a prefeita Tamiko Inoue e o vice-prefeito, Pedro Bentivoglio. A ação foi ajuizada pela coligação “Gente que ama gente”. Em primeira instância, a ação também foi julgada improcedente, mas a coligação recorreu ao TRE.

No ano passado, a coligação “Gente que ama gente”, do candidato a prefeito doutor Flávio Amorim e vice Cristiano da Agrícola, ajuizou a ação de investigação judicial eleitoral contra a candidata Tamikou Inoue, por abuso de poder Político/Autoridade e abuso poder econômico. Na ação, citou o uso da máquina administrativa em favor da candidatura de Tamiko.

Em primeiro instância, o juiz julgou improcedente. A coligação recorreu e o TRE manteve a decisão. Com isso, Tamiko continua à frente da Prefeitura.

O julgamento terminou no final da tarde e a decisão foi postada no site do TRE às 18h39. No entanto, o acórdão não foi disponibilizado no site

você pode gostar também