Campeões retornam para a Alemanha com a taça da Copa das Confederações

O jovem grupo que levou a Alemanha ao título inédito da Copa das Confederações está de volta para casa. A delegação deixou São Petesburgo mais cedo e desembarcou em Frankfurt na manhã desta segunda-feira com direito. Capitão na ausência do goleiro Neuer, o meia Draxler foi o responsável por conduzir a taça conquistada neste domingo com a vitória por 1 a 0 sobre o Chile.

A conquista da Alemanha em São Petersburgo encerrou o jejum de equipes europeias na Copa das Confederações. A última campeã do Velho Continente foi a França, que levou o torneio em 2003, jogando em casa – desde então, o Brasil levou três troféus. Os germânicos também entraram para a história do torneio ao serem os terceiros campeões mundiais a conquistarem, na sequência, a competição dedicada aos vencedores de títulos continentais.

Da Redação

você pode gostar também