Trecho entre Lins e Castilho recebe melhorias em oito pontos

A concessionária ViaRondon, responsável pela gestão da Rodovia Marechal Rondon, está com obras em oito pontos da via no trecho entre Lins e Castilho. São obras em dispositivos de retorno, implantação de rotatórias e adequação de faixas que somam R$ 55.014.368,64. De acordo com a empresa as obras são para garantir mais segurança, conforto e trafegabilidade aos motoristas.

Das obras em andamento três são em dispositivos já existentes nas cidades de Mirandópolis, Guaraçaí e Andradina. Na primeira estão adequando as faixas de aceleração e desaceleração, tanto no comprimento como na largura e implantando rotatória em um dispositivo de retorno; o investimento é de R$ 3,3 milhões. Em Guaraçaí está sendo aplicado R$ 2,2 milhões em um retorno, com mudança no comprimento e largura de faixas para dar mais segurança. Em Andradina, no quilômetro 630 da rodovia, a obra também é em um dispositivo de retorno. O valor aplicado é de R$ 2,8 milhões.

Em Coroados está sendo implantado um novo dispositivo no valor de R$ 9 milhões. Ele servirá como interligação entre a cidade e o bairro rural Barro Preto, praticamente isolado por conta da rodovia, e também melhorará o acesso à área industrial do município. Estão sendo implantados um viaduto, alças e rotatórias pavimentadas compatíveis com o giro de veículos longos (tipo treminhão), obras de drenagem e sinalização. O benefício atingirá os cerca de seis mil habitantes da cidade e também os usuários da rodovia.

INTERVENÇÕES NO PAVIMENTO
Dos mais de R$ 55 milhões que ViaRondon está investindo R$ 37.714.368,67 são em melhorias no pavimento. Na pista oeste, que segue sentido Castilho, R$ 22.282.871,83 estão sendo aplicados no asfalto. Na pista leste, que vai sentido Bauru, o investimento é de R$ 15.431.496,84 em recapeamento.

De junho de 2016 para cá a concessionária recebeu 15 notificações por problemas como não conclusão de obras em prazo previsto no contrato, falta de recapeamento de rodovias vicinais, falta de reparos na faixa de rolamento. Desde o início da concessão, em maio de 2009, a Artesp já aplicou multas que somam mais de R$ 3,8 milhões à ViaRondon. De acordo com o órgão, o objetivo dessas ações é fazer com que as concessionárias executem as obras e garantam conforto e segurança aos usuários.

Da Redação

você pode gostar também