Ataque a tiros em hospital de Nova York deixa ao menos um morto e vários feridos

Um homem armado com um fuzil automático disparou nesta sexta-feira contra várias pessoas em um hospital de Nova York, deixando pelo menos um morto e vários feridos, aparentemente funcionários do corpo médico, segundo a polícia da cidade. A informação é da agência EFE.

Meios de comunicação locais apontam que o autor do atentado contra o hospital Bronx-Lebanon, no bairro do Bronx, pode ser um funcionário antigo ou atual desse centro médico. A polícia de Nova York confirmou que foram efetuados vários disparos dentro do hospital e pediram aos moradores que evitem a área.

Um porta-voz oficial da cidade, Peter Donald, disse pelo Twitter que o atirador havia morrido no ataque, mas não esclareceu se ele foi alvejado por policiais ou se tinha se suicidado após realizar os disparos.

“O autor dos disparos morreu no hospital”, disse Donald, que previamente confirmou relatos de que “várias pessoas” tinham sido vítimas dos disparos do atirador.

Alguns meios de comunicação disseram que o autor dos disparos é um antigo funcionário do hospital, e assinalaram que as vítimas são membros da equipe médica. O alerta pelo incidente se estendeu rapidamente pela cidade pelo temor de que se tratasse de um atentado terrorista.

Da Redação

você pode gostar também