Obras rodoviárias vão beneficiar municípios da região

O Governo do Estado de São Paulo lançou um amplo pacote de obras que investirá R$ 361,7 milhões em 23 rodovias estaduais paulistas, alcançando 51 municípios e beneficiando 5,3 milhões de habitantes. A abertura de licitações e a contratação de serviços foram anunciadas nesta terça-feira, 27, no Palácio dos Bandeirantes. O secretário de Logística e Transportes, Laurence Casagrande Lourenço, e o superintendente do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Ricardo Volpi, também participaram do evento. Várias cidades da região serão beneficiadas.

O investimento contemplará R$ 193,6 milhões em 11 novos contratos para obras de recuperação de rodovias, R$ 63,2 milhões para retomada de três obras com contratos suspensos, R$ 62,6 milhões em cinco obras com contratos já rescindidos e outros R$ 35 milhões para serviços de contenção de taludes e erosões, além de R$ 7,2 milhões em novos projetos rodoviários. Todo o recurso aplicado neste pacote de obras virá da arrecadação do Estado.

Os investimentos aumentarão a segurança para milhares de veículos que utilizam as rodovias, permitirão agilizar o escoamento da produção agrícola e de produtos industriais, darão novo incentivo ao turismo e, consequentemente, impulsionarão o desenvolvimento econômico.

CONSERVAÇÃO E NOVOS PROJETOS
Mais da metade dos recursos investidos no Programa, aproximadamente R$ 193,6 milhões, serão destinados a 11 obras para recuperação de 336,4 quilômetros de rodovias estaduais que beneficiam 27 municípios paulistas. As rodovias Luiz de Queiroz (SP-304), Deputado Cunha Bueno (SP-253), Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294), Eduardo Saigh (SP-249), Nequinho Fogaça / Empei Hiraide (SP-139), Vereador Francisco de Almeida (SP-036), Vereador Dourival da Silva Louzada (SPI-627/310),entre Andradina e Pereira Barreto, Pericles Bellini (SP-461), Antonio Cazalini (SP 352) e SPA-339/425 (Piacatu, Gabriel Monteiro e Santópolis do Aguapeí) serão atendidas por obras de recuperação da camada asfáltica e receberão nova sinalização de solo, com faixas refletivas e tachões.

Da Redação

você pode gostar também