Alunos do “Bom de Nota, Bom de Dança” conhecem a Usina de Lins

Na última semana, alunos do projeto “Bom de Nota, Bom de Dança – Lins” fizeram uma visita à Usina Lins, patrocinadora da iniciativa no município. Na ocasião, as crianças tiveram a oportunidade de conhecer um pouco mais do trabalho realizado pela empresa, tanto o setor de fabricação de etanol e açúcar, como os programas sociais e ambientais desenvolvidos junto à comunidade local.

De acordo com a Usina, um dos objetivos das visitas é apresentar a importância do setor sucroenergético no cenário econômico e de combustíveis renováveis do país, esclarecendo dúvidas e compartilhando informações. Uma equipe de instrutores orienta os participantes em um passeio pela empresa, no qual recebem instruções de segurança e conhecem iniciativas de conscientização ambiental. A visita também ajudou a fortalecer ainda mais os laços entre a Usina e o projeto.

Foram escolhidos 35 alunos para o passeio. A seleção levou em consideração o comportamento em sala de aula e no projeto, a participação nas atividades, além das notas. “A ideia de escolha das crianças para fazer a visita foi privilegiar os que sempre se dedicaram e, de certa forma, incentivar os que não foram a melhorar cada vez mais. Foi muito interessante ver o entusiasmo e a atenção das crianças a tudo que foi apresentado a elas”, disse o coordenador da Associação Pró-Esporte e Cultura (APEC), Evandro Luiz Silveira.

Para a assistente social do projeto, Lívia Mariussi, além dessa aproximação entre patrocinador e projeto, a visita também foi fundamental para ampliar os horizontes das crianças atendidas, com novas perspectivas de vida, mercado e trabalho. “Os alunos puderam ver de perto um segmento que movimenta a economia não só da cidade, mas do estado e de todo o país. Além disso, muitos pais e familiares trabalham na Usina. Por isso, a ida à empresa também foi importante para que as crianças conhecessem um pouco do que eles fazem e entendessem, ainda, como é produzido o álcool”, avalia ela.

O assistente de coordenação do projeto, Mauro Ladeia Filho, acompanhou a visita. Ele acredita que a ação proporcionou cultura e entretenimento aos alunos, uma atividade diferente do cotidiano. “Era visível no sorriso de cada um o quanto o passeio lhes fez bem. Detalhe também para o interesse de todos, que escutaram cada fala com muita atenção, além de terem participado com perguntas”, destaca Mauro. As monitoras de balé e de danças urbanas, Mayara Rocha e Aline Daiana, também estiveram presentes.
“Essa visita veio para agregar ainda mais o projeto. Só temos que agradecer e parabenizar a Usina Lins. Desejamos que essa parceria continue por muito tempo”, finaliza Evandro.

DA REDAÇÃO LINS

você pode gostar também