Enderson exalta vitória fora e destaca força do elenco do América em busca do acesso

A vitória do América por 3 a 0 sobre o Luverdense, nesta sexta-feira, fora de casa, levou a equipe mineira ao G4 da Série B até o complemento da rodada, neste sábado. Mas, além dos três pontos e da posição na tabela de classificação, o importante triunfo serviu para mostrar que o Coelho tem um elenco forte que brigará pelo acesso à elite do futebol nacional.

“O jogo de hoje é difícil escolher um. Muito difícil escolher um jogador que tenha ido muito melhor que os outros. Todo mundo fez uma partida muito boa. (…) De maneira geral, toda a equipe teve um comportamento muito bom. Eu sempre acredito muito nessa equipe. Temos qualidade, disposição e organização. Por mais que em alguns momentos o resultado tenha nos escapado, sempre acreditamos que essa equipe vai brigar pelo acesso”, apontou o técnico Enderson Moreira.

Foi a segunda vitória seguida do América na competição, e o clube chegou ao quarto jogo sem derrotas – empatou as outras duas partidas. Para o técnico Enderson Moreira, a equipe mostrou maturidade para saber segurar o resultado na casa do adversário. O Coelho dominou o primeiro tempo e abriu 2 a 0. Na segunda etapa, os donos da casa vieram para cima em busca do empate e o time mineiro, além de segurar o rival, matou o jogo com Neto Moura aos 44 da segunda etapa.

“Foi uma grande vitória, contra uma grande equipe. Uma equipe muito bem montada, com muita intensidade e que, aqui em seus domínios, se torna ainda mais forte. O comportamento da nossa equipe foi muito maduro. A gente soube criar boas oportunidades, controlamos o jogo da nossa forma. Às vezes não tanto com a posse de bola, mas bem organizado e dando poucas oportunidades para a equipe da Luverdense”, analisou Enderson Moreira.

Agora, o treinador terá mais de uma semana para descansar e preparar a equipe para a sequência da Série B. O América só volta a jogar pela 11ª rodada da competição, no sábado, dia 1º de julho, contra o Brasil de Pelotas-RS, no Independência. Serão oito dias de trabalhos no CT Lanna Drumond para montar o time que persegue os líderes Juventude e Guarani.

Da Redação

você pode gostar também