Araçatuba cria mais de 600 postos de trabalho em 2017

O município de Araçatuba conseguiu criar, em 2017, mais de 600 postos de trabalho até agora – entre janeiro e maio -, segundo dados disponibilizados pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), por meio do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

De acordo com os números divulgados pelo governo federal, nos primeiros cinco meses do ano, 662 postos de trabalho formais foram abertos na cidade. Os números não contabilizam trabalhadores autônomos ou os “bicos”, muito adotados como renda extra nos últimos anos.

No total, foram 9.572 contratações e 8.910 demissões até maio. O setor que mais empregou foi o de serviços, que engloba instituições de crédito, transportes e comunicações, serviços médicos, odontológicos e veterinários e serviços de ensino, contratando 4.495 pessoas e demitindo 3.830 trabalhadores.

A indústria e a construção civil também registram números positivos no acumulado do ano em Araçatuba. Já alguns setores como o comércio e o de administração pública fecharam vagas.

Apesar do bom resultado, o mês de maio se manteve estabilizado, sem contratar ou demitir. Se abril foi positivo, gerando 183 postos de trabalho novos na cidade, em maio houve fechamento de três vagas.

Ainda assim, na comparação entre maio deste ano com maio do ano passado, o resultado foi melhor, o que mostra uma estabilização da economia na geração de empregos.

Em maio do ano passado foram fechadas 34 vagas em Araçatuba e, em maio de 2015, 67 postos com carteira assinada foram encerrados.

BRASIL

No país, o resultado foi positivo em maio, segundo o Caged. Ao todo, 34 mil empregos foram criados. Foi o segundo mês seguido com saldo positivo na geração de empregos, algo que não acontecia desde 2014.

Os dados do MTE mostram que a criação de empregos formais em maio aconteceu principalmente por conta da agricultura, que abriu 46.049 vagas formais.

A indústria de transformação, por sua vez, registrou a abertura de 1.432 empregos, mas o comércio demitiu 11.254 trabalhadores no mês passado. A construção civil registrou o fechamento de 4.021 vagas, e os serviços abriram 1.989 postos com carteira assinada.

KAIO ESTEVES – Araçatuba

você pode gostar também