Concessionária adota nova tecnologia para ligações de água com menor dano à pavimentação

A Samar, concessionária de serviços de água e esgoto de Araçatuba apresentou ontem de manhã a nova tecnologia para ligações de ramais de água ou mesmo reparo der vazamento. O novo método evita que seja aberto buraco em toda a extensão lateral da rua. É feito um buraco sobre a rede e, a partir da daí, uma perfuratriz pneumática, conhecida como “tatuzinho”, faz o buraco sob o asfalto até o ponto da ligação. Embora o novo método tenha custo mais elevado do que o convencional, apresenta vantagens, com menos tempo, menos dano à pavimentação e redução de transtorno à população. A empresa apresentou, também, novas técnicas de compactação do solo. Apresentação foi feita com a presença do diretor da Samar, Rondinaldo Lima e dos comissários da agência reguladora, José Luiz Fares e Avelino Rocha.

A apresentação do novo sistema foi na Rua João Antônio Vasconcellos, no Jardim Amizade. Era uma substituição de rede de cano metálico por mangueira de polietileno, com durabilidade de 70 a 80 anos. Como o “tatuzinho” pode mudar de direção ao encontrar obstáculo, como rocha ou raiz de árvore, os técnicos demoraram mais tempo do que o previsto. Mas, mesmo assim, demorou o máximo duas horas. Já pelo sistema convencional, seria todo o período da manhã, além de danificar todo o asfalto. Outro benefício é que o quarteirão, que ficaria toda a manhã fechado para o trânsito, foi liberado em menos tempo.

O diretor da Samar, Rondinaldo Lima disse que mensalmente a empresa faz 200 intervenções na rede de água. Por enquanto, aproximadamente 60 serão pelo novo método. Segundo o diretor, quando há ocorrência de vazamento e o cano é metálico, está sendo feita a substituição, o que garante maior durabilidade e redução do risco de novos vazamento. Por isso, a avaliação, é que no longo prazo, o custo atual novo método seja reduzido.

O comissário-chefe da agência reguladora, José Luiz Fares, destacou o novo método, realçando não apenas o ganho de tempo, como também o menor dano à pavimentação, que sempre foi um grave problema.

COMPACTAÇÃO DE SOLO

Foi iniciado ontem e se estende até amanhã, o treinamento sobre técnicas de compactação de solo. O treinamento está sendo realizado na sede da Samar e ainda contará com demonstrações práticas dos procedimentos de acordo com o tipo de solo da região. O curso é ministrado pelos profissionais Áurea Beatriz Peron e Edgar Pedroso, do Cetec (Centro Tecnológico) de Lins.

DA REDAÇÃO – Araçatuba

você pode gostar também