Prefeitura mantém o foco na contenção de gastos e busca por recursos para melhorias na cidade

O trabalho e a dedicação por uma cidade melhor e mais humana são as bandeiras da nova administração. Superar as dificuldades é um dos grandes obstáculos. Mas essas barreiras estão sendo suplantadas pela vontade de fazer mais com menos. A crise por que passa o País é apenas um detalhe a mais nesse processo.

Ações, a longo prazo, estão sendo implantadas visando acabar com os maiores problemas que afligem os cidadãos de Três Lagoas. Projetos emergenciais para acabar com os alagamentos constantes estão em andamento com a criação de bacias de contenção e, para isso, a administração municipal está em busca de recursos nos governos estadual e Federal e até mesmo no setor privado.

Os gestores do Município já enviaram projetos técnicos fundamentados para todos os órgãos que possam executá-lo incluindo o Banco Interamericano de Desenvolvimento-BID. Três Lagoas pode contar, no futuro, com recursos externos para obras de drenagem, pavimentação, ciclovias e revitalização da malha urbana.

INFRAESTRUTURA
A falta de maquinário, caminhões e ferramentas são outros entraves para o desenvolvimento estrutural da Cidade. A recuperação das ruas, avenidas, estradas rurais vem sendo realizada, mas a evolução é prejudicada pelo sucateamento dos equipamentos aliado a um volume de chuvas superior a média dos últimos anos. “O parque de máquinas do Município precisa ser restabelecido e isso vai acontecer, mas depende de tempo e recursos, escassos nesse início de mandato. A situação preocupa, mas, não nos desanima e todos os gestores estão em busca de soluções para cada caso”, comentou o prefeito Angelo Guerreiro.

SAÚDE
Por outro lado, a Saúde, um dos principais gargalos dos tempos atuais, também vem recebendo atenção total. A população já deu mostras da satisfação com esse segmento. Equipamentos em unidades de saúde foram restabelecidos, novos médicos e servidores estão sendo convocados por meio do último concurso público, medicamentos foram adquiridos para suprir a demanda, farmácias foram restabelecidas e um novo convênio foi assinado com o Hospital Nossa Senhora Auxiliadora para a prestação de assistência ambulatorial e hospitalar e também para a realização de exames visando o fim de uma longa fila de espera, como a da ressonância magnética, por exemplo.

EDUCAÇÃO
A Educação é o princípio de tudo e um dos preceitos da atual administração é de que a escola possa formar, de fato, o aluno para o exercício da cidadania, com autonomia e criticidade, sendo capaz de relacionar teoria e prática. Neste cenário, promovem um esforço concentrado no que diz respeito à manutenção das Unidades de Ensino.

A Secretaria Municipal de Educação e Cultura, na tentativa de evitar filas e atender melhor aos pais, criou nos primeiros dias de janeiro de 2017, a Central de Matrícula, e em março, iniciou o estudo e planejamento de todo processo informatizado da gestão de dados escolares. Nos próximos dias começa a aplicação dos testes pela central de matrícula em três escolas da rede municipal. É o processo de informatização preparando o sistema para que em 2018 toda a Rede Municipal de Ensino esteja informatizada. Neste ano foram criadas 164 novas vagas de 1º ao 5º ano. Quanto aos Centros de Educação Infantil, foram abertas 142 novas vagas e a previsão para 2018 é que sejam abertas 600 novas vagas com a inauguração de duas CEIs que estão em construção, no Jardim das Acácias e Jardim das Flores.

A administração municipal visa o bem estar social e por isso estimula a participação de todo servidor na realização de um trabalho humanizado sendo instrumento de trabalho de toda a comunidade de Três Lagoas.

Da Redação

você pode gostar também