Morto na explosão de navio é ex-aluno do Unisalesiano

Um dos três mortos na explosão de uma caldeira de máquinas do navio sonda NS-32, na última sexta-feira, é o engenheiro Eduardo Aragão de Lima, de 33 anos, ex-aluno do curso de Engenharia Mecatrônica do Unisalesiano, Araçatuba.

Eduardo, cuja família era de Três Lagoas (MS), se formou na instituição no ano de 2007, como sendo um dos destaques da turma. O coordenador do curso, o professor Nelson Hitoshi Takiy, afirma que assim que se formou o profissional logo ingressou na Odebrecht, onde atuava até a data do incidente, no campo de pesquisa petrolífera.

“Teve uma ascensão grande no campo profissional e sempre foi considerado pelos professores e colegas como companheiro solidário e respeitoso”, lembrou Takiy.

O Unisalesiano informa que sua comunidade se sente consternada pela morte de Adriano. O reitor da instituição, padre Luigi Favero, que está na Itália, foi comunicado do falecimento do ex-aluno e disse que fará orações por ele. “Nós, professores e colegas, apresentamos à família nossos sinceros votos de pesar e condolências por esta irreparável perda. Que Deus os conforte”, disse Takiy.

A Petrobras informou que Eduardo, empregado da Odebrecht Óleo e Gás, chegou a ser hospitalizado em estado grave após o incidente e morreu no início da madrugada do dia 10 de junho.

A explosão ocorreu às 7h48, no Campo de Marlim, na Bacia de Campos. De acordo com o Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense e Petrobrás, três dos quatro feridos tiveram queimaduras, foram levados para um hospital, mas não resistiram.

TRISTEZA
Entre os relatos emocionados nas redes sociais, vários amigos se mostraram chocadas e disseram “não acreditar na morte repentina” de “Du Morcego” como era conhecido no município.

Uma amiga definiu Lima como um rapaz muito feliz; “Jamais vou esquecer sua alegria e seu sorriso! Que tristeza que Deus te guarde no melhor lugar! Que Deus conforte a todos seus amigos e familiares!”

Outra amiga do três-lagoense também lamentou a morte precoce e de forma trágica. “Nosso amigo… vc se foi assim… sem avisar… sem ninguém esperar… com tanta vida e tantos sonhos… não podemos acreditar!”

Da Redação

você pode gostar também