Sem material, alunos da Unesp suspendem atendimento à população

Os atendimentos à população carente, desenvolvido pelos alunos de graduação da Faculdade de Odontologia da Unesp de Araçatuba e que sempre foi um projeto ícone na cidade, foi suspenso desde ontem (12) pelos alunos da universidade.

Os alunos se reuniram durante a manhã no complexo de clínicas da instituição e afirmaram que a paralisação dos serviços se deve à falta de materiais de uso coletivo dos alunos.

O trabalho é feito pelos alunos do 3º e 4º ano de odontologia. Segundo eles, houve um corte no fornecimento dos materiais usados em consultas e procedimentos odontológicos que eram distribuídos pela universidade. Ao todo, cerca de 250 atendimentos são realizados por semana no campus da universidade.

A paralisação deve durar até o meio da semana. Todos os pacientes com atendimento agendados foram avisados sobre a suspensão e terão os atendimentos reagendados quando os serviços voltarem a funcionar.

Para tentar voltar com os atendimentos, os alunos estão vendendo rifas para cobrir os gastos, mas reclamam que os materiais são caros e que sem o suporte da Unesp não conseguem arcar com tudo. Toda a lista de materiais de um aluno durante um ano de curso pode passar de R$ 40 mil.

OUTRO LADO
Por meio de nota, a Unesp se manifestou e disse que, embora a economia nacional pareça estar dando sinais de recuperação, o país vive um de seus momentos econômicos e financeiros mais difíceis.

A Unesp disse que, assim como as outras duas universidades estaduais paulistas, USP e Unicamp, tem como principal fonte de manutenção a arrecadação do ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e que o pagamento do imposto é diretamente afetado pela crise nacional.

“As restrições orçamentárias têm sido grandes, com reflexos no dia a dia de nossas unidades. No entanto, durante este processo, procuraremos atender àquelas demandas que se mostrarem essenciais à qualidade de formação de nossos alunos. Nesse sentido, as demandas dos alunos da Faculdade de Odontologia da Unesp de Araçatuba são de conhecimento da Reitoria da Unesp, que está realizando tratativas para atendê-las dentro das presentes condições da Universidade”, finalizou.

KAIO ESTEVES – ARAÇATUBA

você pode gostar também