Campanha contra a gripe encerra sem atingir meta

Encerrou nesta sexta-feira (9) a campanha nacional contra a gripe, que já havia sido prorrogada pelo Ministério da Saúde na semana passada. Entretanto, as unidades de saúde que ainda tiverem doses poderão continuar disponibilizando-as à população. Durante esta semana 15 estados e o Distrito Federal ofereceram a vacina para toda a população e não só para grupos prioritários, conforme o ministro Ricardo Barros havia anunciado. Não foi o caso de São Paulo, que continuou focando nos grupos em uma tentativa de atingir as metas.

Em Araçatuba, a Secretaria de Saúde informou que não recebeu posicionamento oficial do Estado com relação ao término da campanha. Informou que está previsto para a próxima segunda-feira (12) a decisão sobre como proceder com os restantes das vacinas. Até o momento foram imunizadas 42 mil pessoas em Araçatuba das 54 mil que precisam tomar a vacina. Ainda faltam pelo menos 12 mil pessoas para fechar a conta da Secretaria Municipal de Saúde, que busca atingir a meta de imunizar 90% desse público. Alguns estão em situação confortável, como é o caso das puérperas. De acordo com informações do Boletim Epidemiológico encaminhado pela Vigilância Epidemiológica do município, a cobertura passou dos 100%, somando 318 mulheres vacinadas.

Os idosos são o segundo melhor desempenho na campanha com 83% da meta batida e 21475 mil pessoas vacinadas; na sequência vêm os doentes crônicos: 7361 mil vacinas aplicadas e 73% de cobertura alcançada. Os trabalhadores da saúde somam 4442, representando 72% desse grupo prioritário. O pior desempenho é com as gestantes. Apenas 39% procurou alguma unidade de saúde para receber a vacina, cerca de 742 mulheres. Crianças também tiveram baixa imunização, com 49% de cobertura atingida, o que corresponde a 4763 vacinas aplicadas.

DENGUE E OUTROS

A Vigilância divulgou também o balanço epidemiológico semanal, com atualizações de dengue, zika, chikungunya e febre amarela. Os casos positivos de dengue somam 32 até o momento; à mesma época no ano passado haviam 168 infectados. Chikungunya são 9 casos na cidade e o bairro com mais ocorrência é o São José. Zika e febre amarela não apresentaram registros.

FERNANDO VERGA – Araçatuba

 

você pode gostar também