Dicas simples para economizar no gás de cozinha

Você sabia que economizar no gás de cozinha é mais simples do que parece? Pode parecer pouco, mas a soma dos gastos relacionados ao gás – sobretudo em famílias grandes, com vários membros – às demais despesas causa impactos significativos no orçamento mensal. Por isso, o consumo consciente pode e deve ser adotado com medidas práticas. Confira!

1) Segurança em primeiro lugar

Antes de mais nada, é preciso focar na segurança. Truques e gambiarras não devem ser utilizados focando na economia, pois além de quase nunca funcionarem ainda podem causar incidentes. Deitar o botijão, por exemplo, aumenta o risco de vazamentos e explosões.

2) Bocas limpas

Queimadores sujos ou entupidos aumentam o consumo do gás. Isso porque é necessário mais gás para passar pelos orifícios e gerar o mesmo potencial da chama.

3) Grãos de molho

Deixar de molho alimentos como o feijão e outros grãos mais duros faz com que eles fiquem mais macios e o cozimento seja mais ágil.

4) Pedaços menores

Pique os alimentos em pedaços menores antes de levá-los ao fogo, pois o cozimento é mais rápido sem que isso interfira no sabor. É possível aproveitar o vapor de cozimento para preparar ao mesmo tempo legumes mais macios, por exemplo.

5) Tampe a panela

A panela tampada retém o calor mais rapidamente, agilizando o processo de cozimento. Colocar um pouco menos de água também ajuda.

6) Usando o forno

O forno é responsável pela maior parte do consumo do gás de cozinha. Por isso, sempre planeje bem os assados e não exagere no tempo de preaquecimento. Não abra a porta do eletrodoméstico sem necessidade enquanto os alimentos assam, evitando que o calor interno se perca.

E o mais importante: a qualquer sinal de vazamento, contate imediatamente um profissional especializado para detectar o que está ocorrendo e corrigir o problema.

Da Redação

você pode gostar também