Troca de presidência na direção do Asilo de Andradina

O Asilo São Vicente de Paula está mudando de presidente. Quem deve assumir é o vice-presidente, empresário Edivaldo José Marques. A mudança foi comunicada oficialmente na noite da última terça-feira, 6 de julho, quando o presidente Sérgio Passarelli anunciou em reunião na sede da entidade, sua decisão irrevogável de deixar o cargo por motivos particulares.

Os diretores presentes compreenderam o posicionamento de Passarelli e o nome do vice-presidente Edivaldo foi aclamado com apoio de todos.

Edivaldo disse que o Asilo de Andradina está vivendo sempre em situação crítica, dependente de campanhas e doações para que se mantenha quase 50 internos e 30 funcionários.

A próxima campanha será dia 24 de junho, com a realização da Feijoada. Nesse sábado voluntários do Asilo estarão na porta do Supermercado Big Mart da Avenida Guanabara, arrecadando donativos para compor a feijoada.

O custo mensal para manutenção do Asilo está em torno de R$ 80 mil, dos quais boa parte vem da contribuição dos próprios idosos. O restante depende de eventos como a feijoada de junho, o leilão de gado de outubro e das mensalidades dos contribuintes.
A Prefeitura Municipal de Andradina colabora com apenas R$ 7 mil mensais, valor considerado extremamente baixo. Os diretores do Asilo estão sempre em tensão, buscando recursos e realizando até empréstimos para efetuar pagamento de funcionários.

Diante desse quadro, Edivaldo disse que vai solicitar colaboração de toda cidade, mas principalmente do poder público local que anteriormente já havia se comprometido em ampliar a participação nas despesas mensais. “Nosso propósito é deixar tudo transparente para que a população acompanhe e colabore sem qualquer desconfiança”, disse Zezinho.

Da Redação

você pode gostar também