Katy Perry volta a falar sobre Taylor Swift em nova entrevista

Divulgando o álbum “Witness”, Katy Perry concedeu uma entrevista à revista britânica NME e aceitou responder sobre o tópico “Taylor Swift e Bad Blood” – mais uma vez. A popstar americana disse que tocou no assunto no “Carpool Karaoke” porque James Corden a faz se sentir segura. “Ninguém me perguntou meu lado da história, e toda história tem sempre três lados: um, dois, e a verdade”, declarou.

Tudo começou em 2014, quando Taylor Swift deu pistas sobre a inspiração de “Bad Blood” durante uma entrevista para a Rolling Stone. Desde então, o clima azedou. Katy rebateu e debochou do assunto várias vezes, com indiretas no Twitter. “Sabe, eu não sou Buda. As coisas me irritam. Eu gostaria de poder dar o outro lado da cara sempre, mas também não sou uma bobona. Especialmente quando alguém tenta assassinar meu personagem para garotinhas [suas fãs]. Isso é muito errado!”, comentou.

Ela também falou pela primeira vez sobre a colaboração de Max Martin na música. O produtor é um grande parceiro de Katy, e ajudou a construir uma música contra ela. Complicado. “Não posso falar por ele, mas ele não sabia [sobre quem era ‘Bad Blood’]. E eu não estou aqui para dizê-lo o que ele pode ou não fazer. Sou muito justa. Não sou dessas pessoas que ficam tipo ‘você não pode fazer isso, porque não gosto dessa pessoa’. Você faz o seu, toma suas próprias decisões. Eu amo o Max. Trabalhei com ele minha carreira inteira. Não sou sua mãe, e ele já estava bem antes de eu conhecê-lo, sabe o que estou dizendo? Ele vai continuar bem”.

Da Redação

você pode gostar também