Polícia Civil faz operação para reprimir desmanches e adulteração de veículos

Na quinta-feira (1), policiais do Grupo de Operações Especiais, Delegacia de Investigações Gerais e 2º Distrito Policial de Andradina desenvolveram operação especial para cumprimento de mandados de busca e apreensão. O objetivo foi reprimir desmanches, alterações em veículos e estelionato. Durante a operação foram presas quatro pessoas. Além disso foram apreendidos um veículo adulterado e droga.
No início da tarde a equipe cumpriu mandado busca numa casa no bairro Santa Cecília. O objetivo da busca era apreender documentos que comprovem a prática de estelionato. De acordo com as investigações que precederam a operação, os moradores do local estariam aplicando golpes na região. No local, além dos documentos que comprovam as fraudes, a equipe também localizou uma porção de crack, que pesou aproximadamente 5 gramas e material usado no preparo da droga para a venda, como ácido bórico, bicarbonato de sódio, acetona, tesoura, velas, pratos, plásticos recortados e balança artesanal.
A equipe também constatou que havia uma fraude no hidrômetro da residência. Ao abrir a torneira, o hidrômetro não registrava o consumo. A Polícia Científica e representantes da empresa concessionária foram acionados e confirmaram a fraude.
No momento em que a equipe chegou ao local estavam presentes na residência A.R.C, vulgo Macarrão, e A.S.R. Os dois afirmaram que não residiam na casa e que nada sabiam sobre a droga. Eles disseram que o morador da casa é conhecido como “Branco”. No entanto, contrariando as informações, foram encontradas contas de internet em nome de A.S.R. com o endereço da residência. Após encontrar o entorpecente, o material para preparar e embalar droga e constatar a fraude no hidrômetro, a equipe prendeu a dupla em flagrante por tráfico de drogas e estelionato contra a empresa fornecedora de água e encaminhou os dois presos ao plantão da seccional de Andradina. Os dois foram autuados em flagrante.
Durante a operação a equipe se dividiu e uma parte se dirigiu a uma loja de peças automotivas para verificar a informação sobre carros adulterados e desmanche de veículos. Durante as diligências, a equipe apreendeu um carro com indícios de alteração no chassis e restos de veículos que supostamente serviram para extração de peças. O responsável foi ouvido, assinou termo de compromisso e foi liberado.
Outra parte da equipe se dirigiu ao bairro Jardim Europa para verificar uma informação sobre o paradeiro de um foragido da justiça, chegando à casa informada, a equipe prendeu L.F.B, foragido da justiça por tentativa de homicídio, que foi encaminhado ao plantão policial.
No plantão policial, durante a elaboração das ocorrências resultantes da operação, a equipe recebeu a informação de que “Branco”, morador da casa do bairro Santa Cecília, citado A.R.C, e A.S.R, estaria num bar no mesmo bairro. Os policiais foram até o local e o conduziram ao plantãoi policial. No plantão Branco disse que não sabia nada sobre a droga apreendida e que tampouco tem envolvimento com o tráfico. Porém, confessou ser estelionatário. Ele citou diversos estabelecimentos onde fez compra com cheques fraudados. Disse também que A.S.R mora com ele e que A.R.C. tem acesso livre a sua casa, pois sabe onde ele escondia as chaves. R.A.F foi preso em flagrante por estelionato contra a empresa fornecedora de água.
Os quatro presos foram encaminhados à Cadeia Pública de Pereira Barreto, onde permanecem à disposição da justiça.

você pode gostar também