Peixe tentará 2º vitória contra Timão em Itaquera

Mesmo com apenas três anos de vida, a Arena Corinthians já foi palco de diversos clássicos e jogos importantes. O Santos, por sua vez, visitou o estádio do rival em seis oportunidades e conseguiu voltar para a Baixada com apenas um triunfo na bagagem. Neste sábado, às 19h, o time comandado por Dorival Júnior terá a chance de diminuir essa desvantagem em Itaquera.

Os outros clássicos na Arena terminaram com quatro vitórias do Timão e um empate. E quando o assunto é Campeonato Brasileiro, o Alvinegro Praiano sofre ainda mais. Foram três derrotas em três jogos. A única vez que a equipe santista igualou o marcador com o rival foi em abril de 2015, na fase de grupos do Paulistão.

Já o triunfo do Peixe no estádio aconteceu pela Copa do Brasil. Na ocasião, em agosto de 2015, Corinthians e Santos duelavam pelo confronto de volta das oitavas de final da competição. A equipe comandada por Dorival Júnior havia vencido o primeiro embate por 2 a 0. Em Itaquera, os santistas ‘mataram’ o rival nos contra-ataques, venceram novamente, desta vez por 2 a 1, e avançaram no torneio mata-mata.

“A equipe do Corinthians de hoje é muito difícil de ser contra atacada, pois ela se expõe pouco. Naquela Copa do Brasil eles precisavam sair em busca do resultado, pois nós tínhamos a vantagem. Além disso, a gente também tinha um time com outro estilo, que apostava na velocidade. Hoje nós temos características diferentes, apostando na posse de bola”, explicou o lateral-direito Victor Ferraz.

DORIVAL JR.
O técnico Dorival Junior pegou um jogo de suspensão pela expulsão na partida contra o Coritiba, no dia 20 de maio. Como já ficou de fora de um jogo, o comandante do Santos estará presente no clássico deste sábado, contra o Corinthians.

Na tarde de anteontem, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), em julgamento que aconteceu no Rio de Janeiro, determinou a suspensão de uma partida, cumprida previamente contra o Cruzeiro. Dorival foi expulso do banco no jogo contra o Coritiba, válido pela segunda rodada do Brasileirão, após sair da área técnica e protestar contra as decisões da arbitragem.

Na derrota do último final de semana para o Cruzeiro, pelo placar de 1 a 0, o filho de Dorival Junior, Lucas Silvestre, foi o responsável por comandar o time do litoral paulista. Auxiliar de Dorival, Lucas também comandou os treinamentos de terça e quarta-feira do elenco santista.

Da Redação – Santos

você pode gostar também