Proposta prevê ônibus para transporte coletivo com Wi-Fi e ar condicionado

A Prefeitura de Araçatuba apresentou ontem (31) para os vereadores da cidade o projeto de concessão do transporte coletivo público e de criação de um Conselho Municipal de Usuários de Transportes de Passageiros do Município de Araçatuba, cuja finalidade será a de defender e melhorar o atendimento ao público que faz uso do transporte.

Este conselho terá o objetivo de garantir a participação da sociedade civil e dos operadores dos serviços na formulação e acompanhamento das políticas do transporte coletivo de passageiros.

Sua futura composição deverá ter membros do Poder Executivo, de um a dois representantes de secretarias municipais, da concessionária, do Sest Senat (Serviço Social de Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte) e do órgão de classe da categoria dos trabalhadores das empresas concessionárias do serviço público.

CONCESSÃO

No projeto ainda constam informações sobre as exigências do Executivo para que a empresa que vencer a concessão do transporte coletivo da cidade cumpra durante a disputa.

Atualmente, A TUA (Transportes Urbanos Araçatuba) opera na cidade com um contrato emergencial, que já foi renovado várias vezes. A empresa presta o serviço na cidade há mais de 40 anos.

Entre as obrigatoriedades estão o uso de ônibus com ar condicionado; Wi-Fi; sistema de monitoramento por GPS que permita o passageiro acompanhar o trajeto em tempo real por aplicativo de celular; ampliação do número de paradas para que os passageiros não andem mais de 450 metros até um ponto; e o uso de veículos com até seis anos de uso.

A vice-prefeita Edna Flor afirmou que “os araçatubenses merecem usar um meio de transporte público com dignidade, além dos idosos toda a população precisa de segurança, qualidade e bem estar, este projeto faz menção a todas essas coisas”.

Os projetos serão analisados e votados pelos vereadores, na sessão de segunda-feira (5) na Câmara Municipal.

KAIO ESTEVES – Araçatuba

você pode gostar também