Dos 32 jogos no ano, Timão não toma gol em 17

O Corinthians atingiu uma marca de dar orgulho ao seu sistema defensivo na atual temporada. Com a vitória por 1 a 0 diante do Atlético-GO, no último domingo, a equipe chegou a 32 jogos na temporada (jogos da pré-temporada, amistosos e partidas oficiais), sendo que tomou gol em 15 deles e em 17 a defesa não foi vazada. Presente em todas as partidas nas quais o clube não foi vazado, o goleiro Cássio ficou impressionado ao ser informado dos números.

Contente pela boa forma apresentada dentro de campo do sistema defensivo, que ele considera mérito também dos atacantes, o goleiro disse que sabe como lidar com a pressão decorrente da boa fase corintiana. “Não pesa, tem que saber lidar com isso. Ficamos 17 jogos sem tomar gol de 32 partidas disputadas. Nem sabia, vamos jogando, jogando e não percebemos, mas é um dado impressionante. É uma pressão constante, tem que ter humildade para continuar cada dia melhor, vencendo e aumentando esses números”, comentou o arqueiro, elogiando a seriedade imposta contra o Atlético-GO.

É um jogo difícil, vale três pontos igual a qualquer outro. Não se pode desmerecer nem uma equipe. Se tivéssemos desmerecido alguma dessas equipes que a gente enfrentou, nosso time teria perdido mais pontos, pode ter certeza. Não pode achar que, porque estão lá embaixo, vai ser mais fácil. Lógico que almejando ficar entre os primeiros, nós temos que ganhar. Todo jogo tem sua importância”, avaliou.

Para o camisa 12 corintiano, o fato de ter vencido dez partidas por 1 a 0 na temporada em nada incomoda o elenco. Na avaliação de todos dentro do grupo comandado por Fábio Carille, qualquer equipe do país aceitaria vencer os seus jogos por 1 a 0, independentemente da vocação ofensiva ou defensiva.

ROMERO

O atacante Ángel Romero é reconhecido por seu esforço dentro de campo, sempre executando as funções táticas pedidas pelo técnico Fábio Carille. Vivendo bom momento e tendo seu nome gritado pela torcida nos jogos do Corinthians, o paraguaio é um dos principais atletas do time, no que diz respeito a roubadas de bola.

De acordo com números do Footstats, o camisa 11 soma nove desarmes certos no Campeonato Brasileiro até o momento. Com isso, ele é o segundo atleta que mais tira a bola dos rivais na equipe, sendo superado apenas pelo lateral direito Fagner, com 12. Assim, Romero supera, por exemplo, o volante Gabriel, que tem como principal função fazer a proteção do time à frente da zaga. O camisa 5 soma oito desarmes ao longo das três rodadas disputadas.

DA REDAÇÃO – São Paulo

você pode gostar também